O dia está começando com investidores agindo com maior prudência e aguardando definições sobre resultados de empresas no segundo trimestre e, sobretudo, a decisão do FED sobre política monetária, seguida de coletiva do presidente Jerome Powell, que sempre acarreta mexida nos mercados. Tudo isso acontece a partir das 15 horas de Brasília.

Mas, ontem, os mercados acionários passaram boa parte do dia transitando levemente em queda, porém no final aceleraram perdas, a partir de declarações da China de que agiria racionalmente, diante das críticas irracionais dos EUA e parceiros. A Bovespa terminou com queda de 0,35% e índice em 104.109 pontos, o Dow Jones com -0,77% e Nasdaq com -1,27%. O dólar por aqui terminou praticamente estável, cotado a R$ 5.175.

Hoje mercado na Ásia terminaram o dia com viés majoritário de alta, a Europa começou positiva e passou a ceder e mercados americanos com leve tendência de alta nesse início e manhã. Aqui ainda buscamos ultrapassar a faixa de 105 mil pontos, para abrir o objetivo de 107 mil/108 mil pontos do Ibovespa.

A safra de balanços do segundo trimestre ainda pode mexer muito com a precificação dos ativos. Hoje os investidores terão que avaliar o resultado publicado por CSN, Cielo (prejuízo) e Santander, mas também estarão de olho em Vale e Petrobras que divulgam resultados. A GE, agora anunciou prejuízo de US$ 1,99 bilhões, mas a ação subia no pré-mercado.

Também vão esperar definições da conversa entre a presidente da Câmara americana, Nancy Pelosi (democrata) e Mitch McConnell (líder republicano), sobre o pacote de estímulo de US$ 1 trilhão, que pode ser aprovado ainda na semana como deseja o secretário do Tesouro, Mnuchin. Dia também de definição do FED sobre política monetária, onde não se espera mudança, mas a entrevista de Powell sempre traz reações.

No mercado, dia de petróleo WTI negociado em NY em alta, depois de a API ter divulgado os estoques encolhendo. O óleo era transacionado em alta de 1,02% e barril cotado em US$ 41,46. O euro operava em alta a US$ 1,175 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,59%. O ouro e a prata tinham dia de alta na Comex e commodities agrícolas na Bolsa de Chicago com comportamento misto.

Aqui, a discussão estará focada na manutenção ou não do teto de gastos, onde até membros da equipe de Paulo Guedes defendem retirada e o encaminhamento prometido para agosto de microimposto digital para cobrir desoneração da folha de pagamentos. Rodrigo Maia também pediu que deputados listem agenda de consenso com projetos para meio ambiente.

Na agenda do dia alguns indicadores com capacidade de mexer com o mercado, mas a expectativa inicial é de Bovespa buscando recuperação, dólar mais fraco e juros em queda.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais