Os investidores locais amanheceram reverberando os efeitos da matéria divulgada pela equipe econômica, prometendo anunciar um pacote de estímulos denominado de o “Big Bang”, para amanhã. Ocorre que no meio da tarde, a notícia era que não seria bem isso e só sairia uma parte. Segundo matéria uma matéria do final de semana, o governo anteciparia o programa Renda Brasil ainda para 2020, anunciaria intenção de cortes selecionados de despesas, obras públicas, estímulos ao emprego, atração de investimentos privados e privatizações. Isso certamente soa como música aos ouvidos dos investidores.

Mas a perspectiva positiva foi toldada pela preocupação com a área fiscal e como seria a montagem dessa aglutinação de visões em alas diversas do governo Bolsonaro. Mais ainda, preocupa a peça do orçamento de 2021 que deve ser encaminhada até o final desse mês ao Congresso para avaliação. Bem verdade que aparentemente o governo está conseguindo formatar sua base de apoio com maior eficiência e, isso, teoricamente facilita a aprovação de medidas. Vamos ter que esperar para avaliar como será esse pacote de magia.

O dia dos mercados no exterior também ajudou, com Bolsas europeias em altas ao redor de 2%, muito em função de vacinas próximas de serem aprovadas e aplicadas, e a liberação pelo FDA americano de usar plasma de pacientes curados e contaminados. Já na União Europeia, a Itália deve receber 24,4 bilhões de euros via ajuda da Comissão Europeia.

Nos EUA, Trump começa a tentar reação na convenção republica para a qual já tem votos necessários para ser o candidato. Trump tenta assustar os cidadãos ao dizer que se os Democratas vencerem, vão elevar impostos e ampliar a regulação. O índice de atividade industrial nacional de Chicago de julho caiu para 1,15 pontos.

Já uma tempestade no Golfo do México interrompeu a produção de óleo ajudando um pouco as cotações da commodity. O petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,21%, com o barril cotado a US$ 42,43. O euro era transacionado em leve queda para US$ 1,179 (praticamente estável) e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,64%. O ouro e a prata em quedas na Comex e commodities agrícolas com viés de alta na Bolsa de Chicago. O minério de ferro na China teve dia de queda de 1,69%, com a tonelada em US$ 125,23.

Aqui, a pesquisa semanal Focus do Bacen veio novamente tranquila e positiva, com a inflação oficial subindo para 1,71% em 2020 (anterior era de 1,67%) e mantida em 3% em 2021. Selic estável em 2020 em 2% e PIB previsto melhorando mais um pouco, com contração de 5,46% (anterior era -5,52%). A produção industrial também estável em -7,68%, déficit primário caindo para 11,63% do PIB e superávit comercial mantido em US$ 55 bilhões. Aliás, até a terceira semana de agosto o superávit estava em US$ 4,9 bilhões, acumulando no ano superávit de US$ 34,9 bilhões.

O presidente do Bacen Campos Neto citou a preocupação fiscal, dizendo que o com trole de gastos é que dá maior segurança para sustentar juros baixos e acrescentou que precisamos ganhar credibilidade. No mercado, dia de dólar oscilando bastante para fechar com -0,26% e cotado a R$ 5,592. Na Bovespa, na sessão de 20/8 os investidores estrangeiros alocaram recursos no montante de R$ 51,5 milhões, deixando o saldo positivo de agosto em R$ 2,93 bilhões, mas só nesse ano, saídas líquidas acumuladas são de R$ 82 bilhões.

No mercado acionário, dia de alta da Bolsa de Londres de 1,71%, Paris com 2,28% e Frankfurt com +2,36%. Madri e Milão com respectivamente +1,82% e +2,12%. No mercado americano, dia de Dow Jones com +1,35% e Nasdaq com novo recorde intraday e alta de 0,60%. Na Bovespa, dia de alta de 0,77% e índice em 102.297 pontos.

Na agenda de amanhã, a prévia da inflação oficial de agosto pelo IPCA-15, a nota do setor externo de julho e IPC da terceira quadrissemana de agosto. Nos EUA, a confiança do consumidor do Conference Board de agosto, as vendas de casas novas de julho e o índice de atividade de Richmond.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais