O dia está começando bastante tenso nos mercados de risco no mundo, com os investidores tendo que reverberar noticiário antagônico. De um lado, o acordo americano sobre pacote de estímulo fiscal tão aguardado, e de outro, nova cepa da covid-19 descoberta no Reino Unido.

Antes disso, na semana passada, a Bovespa ainda terminou em alta de 2,49%, com o índice em 118.003 pontos, dólar em alta de 0,43% no período e cotado a R$ 5,083 e a Bovespa zerando perdas de 2020 e colocando frente de 2,06%.

No final de semana, Republicanos e Democratas chegaram finalmente a um acordo sobre o pacote de estímulo fiscal de cerca de US$ 900 bilhões, com suplemento semanal de US$ 300 e US$ 600 de pagamento direto para boa parcela da população (quase helicopter money), e uma segunda rodada de auxílio para negócios afetados pela pandemia.

No Reino Unido, foi descoberta nova cepa da covid-19, que segundo o noticiário, é 70% mais transmissível, mas que aparentemente pode ser combatido pelas vacinas que estão sendo aplicadas. Porém, 10 países da Europa não estão aceitando voos provenientes do Reino Unido e o governo já estabeleceu novas medidas de restrição em áreas contaminadas, como a região de Londres, reforçando medidas para o período de festas.

Com isso, os mercados oscilam entre essas duas variáveis, o petróleo desaba no mercado internacional, o ouro e a prata sobem forte e o dólar, como sempre ocorre, sobe forte também. Bolsas da Europa em fortes quedas nesta manhã, futuros do mercado americano em igual situação.

Aqui, devemos acompanhar essa tendência, mas com o Bacen anunciando operação extra de swap cambial de US$ 800 milhões.

Na China, o PBOC (BC chinês) anunciou a manutenção dos juros estáveis pelo oitavo mês seguido, mostrando que a economia segue forte por lá. Nos EUA, além do pacote de estímulo, a Câmara votou lei provisória de um dia para não paralisar as atividades do governo, enquanto discute maior flexibilização. Ainda nos EUA, o governo disse que vai subsidiar a troca de equipamentos da Huawei, acusada pelo governo de espionagem.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava forte queda de 5,42%, com o barril cotado a US$ 46,44. O euro era transacionado em queda para US$ 1,215 e notes americanos de 10 anos com juros em 0,91. Como dito, o ouro e a prata com alta forte na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto na Bolsa de Chicago.

Aqui, depois de Bolsonaro ter dito “cobras e lagartos” na semana passada por ocasião de inauguração de relógio na Ceagesp, sobre não privatizar e bandidos querendo fazer negociatas na região, o secretário de São Paulo disse que a empresa é deficitária e inviável dessa forma, mas que é da União e consta do programa de privatização do governo.

Já o ministro Paulo Guedes suspendeu suas férias por conta da agenda intensa e pelo menos quatro ministros do STF também vão suspender, para não dar plenos poderes ao ministro Fux neste finalzinho de ano.

Vamos ver também como o Congresso Nacional irá se comportar nesses dias que ainda restam em 2020, em termos de aprovações e discussões que crescem de volume sobre sucessão na Câmara e Senado.

Na agenda do dia teremos a nova pesquisa Focus semanal do Bacen, o saldo da balança comercial na semana anterior e nos EUA, o índice nacional de atividade de Chicago de novembro. Expectativa para o dia é de Bovespa em queda e ainda com o acidente da Vale na Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, dólar em alta e juros também.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais