Ontem o segmento Bovespa da B3 interrompeu sequência de oito pregões de alta, e depois de ter superado a faixa de 131.000 pontos do índice acabou voltando ao patamar de 129.700 pontos. O dólar por aqui está estacionado desde o final da semana passada na casa de R$ 5,03 e mercados americanos operando com comportamento misto nos últimos dias.

Hoje, o dia está começando novamente fraco com preocupações dos investidores sobre a inflação americana, eventuais consequências e, internamente, com a possibilidade de extensão do auxílio emergencial por mais dois ou três meses, citado pelo ministro Paulo Guedes, com empenho de cerca de R$ 11 bilhões e, segundo ele dentro do teto.

Mercados da Ásia encerraram o dia com comportamento de queda, exceto Xangai com alta de 0,32%, Europa operando com viés negativo, próxima da estabilidade e futuros do mercado americano novamente com comportamento misto. Aqui, há espaço para mais realizações de lucro de curto prazo e principalmente para rotação de ativos. O ideal seria não perdermos o patamar de 128.300 pontos do índice e retomar sequência de alta em seguida.

Na China, durante a madrugada foi anunciada a inflação medida pelo CPI de maio (consumidor) com taxa anual de 1,3%, quando o esperado eram 1,5%. Já o PPI de maio na mesma base mostrou alta de 9%, de previsão de ficar em 8,6%. A Coreia do Sul anunciou expansão do PIB no primeiro trimestre de 1,7% (coleta anterior em 1,6%), e o banco central do Chile manteve a taxa de juros básica em 0,5%.

Nos EUA, o presidente Biden encerrou negociações do pacote de infraestrutura ainda sem acordo com os republicanos, mas o Senado aprovou mais de US$ 200 bilhões para projetos de inovação tecnológica, para acirrar competição com a China. Os estoques de petróleo pela API encolheram na semana passada, 2,1 milhões de barris.

No mercado internacional o petróleo mostrava alta de 0,27%, com o barril cotado a US$ 70,24. O euro era transacionado em alta para US$ 1,22 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,51%. O ouro e a prata registravam quedas na Comex e commodities agrícolas com viés de queda na Bolsa de Chicago.

No cenário local o TCU (tribunal de contas) disse que vai apurar a conduta do servidor que produziu relatório sobre super notificação de óbitos pelo covid-19, amplamente citado por Bolsonaro. Já o ministro Paulo Guedes disse que o Mercosul foi armadilha que evitou que o Brasil se inserisse nas cadeias globais. O Senado é que aprovou MP que facilita o crédito na pandemia. Sobre Eletrobrás, hoje é dia de acolhimento de emendas e buscar consenso sobre a MP da capitalização e eventualmente retirar “Jabutis” lá colocados.

A Fipe também apresentou a inflação pelo IPC da primeira quadrissemana de junho com aceleração para 0,52%, vindo de 0,41%.

Na agenda fraca do dia teremos a inflação oficial medida pelo IPCA de maio e o fluxo cambial da semana anterior pelo Bacen. Nos EUA, saem os estoques de petróleo e derivados na semana anterior, mas os investidores vão aguardar a inflação americana que será anunciada amanhã.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais