Ontem foi dia de mercados novamente com boas altas em todo o mundo, em função da expectativa de Joe Biden vencer a eleição nos EUA e levar o país para posição menos isolacionista e sem as imprevisibilidades do presidente Trump e seu Twitter. A Bovespa terminou o terceiro dia de alta com valorização de 2,95% e índice em 100.751 pontos e dólar em queda de 2,10% e cotado a R$ 5,54. Nos EUA, o Dow Jones com alta de 1,95% e Nasdaq com +2,59%.

No início da noite, Biden fez pronunciamento pedindo aos eleitores paciência e Trump fez outro pronunciamento logo em seguida criticando o sistema eleitoral e falando em muito litígio e indo até a Suprema Corte.

Mercados hoje reagem a isso, já que o resultado definitivo pode demorar a sair. Mas ainda assim, as Bolsas da Ásia encerraram a semana majoritariamente em alta. Na Europa, dia começando com mercados aprofundando quedas e realizando lucros recentes, e o mesmo acontecendo com os futuros do mercado americano. O petróleo em queda no mercado internacional ajuda no tom negativo. Aqui, seria bom se conseguíssemos superar o patamar entre 102 mil e 103 mil pontos do Ibovespa, mas o dia também pode ser de realizações.

Sobre eleições nos EUA, terminamos a contagem de ontem com os candidatos tecnicamente empatados em estados que agora se tornaram cruciais, como Arizona, Geórgia e Pensilvânia, com leve vantagem para Biden, mas sem ninguém querer arriscar muito o resultado. Porém, a expectativa é que Biden possa chegar hoje ao total de 270 delegados conquistados, o que daria a vitória nas urnas.

Na Alemanha, a produção industrial de setembro cresceu 1,6%, mas a previsão era que houvesse expansão de 2,5%. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 2,66%, com o barril cotado a US$ 37,76. O euro era transacionado em US$ 1,185 (alta) e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,76%. O ouro e a prata mostravam altas na Comex e commodities agrícolas com viés positivo na Bolsa de Chicago.

Aqui, o secretário do Tesouro, Bruno Funchal, declarou que a organização fiscal é pré-condição para políticas públicas sustentáveis e quer virar a página de auxílio e organizar as finanças em 2021. Ele reage às declarações de extensão dos auxílios e políticas ainda frouxas por algum tempo. Já o presidente Bolsonaro, em Alagoas, numa atitude de “paz e amor”, chegou a elogiar o presidente Collor que sofreu impeachment, como “homem que luta pelo interesse do Brasil”.

A Anbima é que divulgou que houve saques líquidos nos fundos de renda fixa em outubro de R$ 50,9 bilhões, enquanto os fundos de ações tiveram aplicações de R$ 20,7 bilhões e multimercados com aplicações de R$ 4,9 bilhões. Na Bovespa, houve crescimentos de contas abertas de 2,7%, com total de 3,15 milhões de CPFs.

A agenda do dia traz a divulgação da inflação oficial de outubro pelo IPCA e, nos EUA, o Payroll com a criação de vagas na economia também em outubro. Mas, na verdade, os mercados vão seguir reagindo e de olho no que acontece com as eleições nos EUA. De qualquer forma, a tendência é de Bovespa realizando, dólar ainda fraco e juros em queda.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais