Ontem foi dia de queda para as principais Bolsas no mundo, em boa parte afetadas pela divulgação de dados de conjuntura mistos na China para o mês de junho, e sem dar maior ênfase para dados positivos anunciados nos EUA, já que a expansão do covid-19 preocupa. Foram coletados recordes de contágio no Texas, Flórida e Califórnia e isso pode retardar a recuperação econômica por lá. A Bovespa registrou queda ontem de 1,22%, com o índice em 100.553 pontos.

Hoje mercados na Ásia mostraram recuperação, exceto a Bolsa de Tóquio com queda de 0,32%. Mercados da Europa começando o dia com comportamento misto e os dos EUA com os índices futuros operando em alta. Aqui, não deveríamos perder o patamar de 98.000 pontos, sob pena de os mercados desacelerarem ainda mais, e seria positivo buscar novamente a faixa de 102.000/103.000 pontos. O covid-19 e a possibilidade de uma segunda onda de contágio é o tema recorrente, mas a área diplomática entre EUA e China também pesa, junto com a divulgação de resultados de empresas mexendo pontualmente.

Na Zona do Euro, a inflação medida pelo CPI (consumidor) de junho ficou em 0,3% anualizada, vindo de 0,1% no mês anterior. Hoje também é dia de reunião de cúpula da União Europeia e a primeira-ministra Angela Merkel prevê duras negociações sobre o fundo de recuperação para a região. O BCE (BC europeu) anunciou estimativa de contração do PIB da região de 8,3%, em 2020.

Na China, o órgão regulador do sistema financeiro fez intervenção em nove instituições no país. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,74%, com o barril cotado a US$ 40,45. O euro era transacionado em alta para US$ 1,142 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,60%. O ouro tinha alta e a prata queda na Comex e commodities agrícolas com viés de queda na Bolsa de Chicago.

Aqui, ontem, o presidente Bolsonaro prejudicou o trabalho de aproximação do vice Mourão e também de Paulo Guedes com investidores estrangeiros preocupados com o meio ambiente, dizendo que o Brasil é uma potência no agronegócio, mas a Europa é uma seita ambiental. Bolsonaro também espera que seus vetos no projeto do marco regulatório do saneamento sejam mantidos.

Já a área econômica pretende encaminhar seu projeto de reforma tributária em 21/07 ao presidente do Senado com prioridades modificadas pela pandemia. Porém, o presidente da Câmara Rodrigo Maia disse não haver ambiente para discussão de nova CPMF. Paulo Guedes tem falado sobre tributar transações no e-commerce.

A Fipe divulgou o IPC da segunda quadrissemana do mês de julho com inflação de 0,33%, contra anterior em 0,40%. Já a FGV anunciou o IGP-M da segunda prévia de julho com inflação acelerando para 2,02%, vindo de anterior em 1,48%.

A BlackRock divulgou lucro em alta no segundo trimestre de US$ 1,24 bilhão e a ação subia no pré-mercado americano. Aqui, apesar das indefinições de tendência, podemos prever Bovespa buscando alguma recuperação, dólar fraco e juros ainda pressionados. Nos EUA, ainda vamos ter a divulgação da construção de novas residências e permissões de junho e a confiança do consumidor de Michigan de julho.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais