Ontem a Bovespa fechou praticamente estável com queda de 0,02% e índice em 117.498, após ter vazado 118 mil pontos do Ibovespa. O dólar teve dia de boa queda de 1,41%, fechando cotado a R$ 5,60 e seguindo o exterior mais fraco e com queda dos treasuries.

Hoje mercados da Ásia terminaram o dia com comportamento misto e Europa também nas mesmas condições, mas querendo melhorar. Futuros do mercado americano rondando a estabilidade e esperando a divulgação de dados de conjuntura. Aqui, o dia pode ser de alta e vazar 118 mil pontos, mas o noticiário tem que ajudar. O problema está no novo recorde de óbitos pelo covid-19 que bateu 4,2 mil nas últimas 24 horas. Pesa também declarações da Fiocruz de que a pandemia seguirá em níveis críticos, mas também promete entregar 18 milhões de doses até o início de maio.

Na China, as reservas internacionais de março encolheram US$ 35 bilhões para US$ 3,17 trilhões. Lá, o governo espera ter vacinado 40% da população até o mês de junho. O dia também está sendo de divulgação de indicador PMI de serviços e composto para diferentes países no mês de março. Na Alemanha, o PMI de serviços subiu para 51,5 pontos e o composto para 57,3 pontos. Na zona do euro, o PMI de serviços foi para 49,6 pontos, de previsão de 48,8 pontos e o composto com alta para 53,2 pontos. Já no Reino Unido, serviços subiu para 56,3 pontos e o composto para 56,4 pontos.

Nos EUA, foi divulgado que estão vacinando cerca de 3 milhões de pessoas por dia e indo para a meta de Biden de imunizar 200 milhões de pessoas em 100 dias. Além disso, pretendem vacinar todos os adultos até 19/4. Mas o administrador da Pandemia, Fauci, disse que o Brasil deveria considerar seriamente adotar lockdown. Aliás, Angela Merkel apoia um novo lockdown curto na Alemanha.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,74%, com o barril cotado a US$ 59,77, antes da divulgação pelo departamento de energia hoje. Ontem a API indicou contração de 2,6 milhões de barris na semana anterior. O euro era negociado em alta para US$ 1,189 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,66%. O ouro e a prata mostravam quedas na Comex e commodities agrícolas com viés de alta na Bolsa de Chicago.

No segmento local, o discurso do novo chanceler Carlos Alberto França agradou a todos, até por ser antagônico ao do antigo de Ernesto Araújo. França diz que a posição de embaixador é construir pontes e complementamos “e não trincheiras”. O senado também aprovou a prorrogação de entrega do imposto de renda pessoa física para julho, mas como houve mudanças, volta para apreciação da Câmara.

Na economia, saiu o IGP-Di de março com alta de 2,17%, de anterior em 2,71%, menor que o previsto, acumulando no ano, alta de 7,99% e em 12 meses de 30,63%. Matérias-primas brutas evoluíram 1,61%, e o IPA agrícola com +1,73% e industrial com +2,94%.

A agenda contém divulgações que podem influir no comportamento dos mercados ao longo do dia. Aqui, ainda teremos o fluxo cambial na semana anterior e nos EUA o saldo da balança comercial em fevereiro, a ata do FED da última reunião e discursos de dirigentes, o crédito ao consumidor de fevereiro e os estoques de petróleo e derivados na semana anterior.

Expectativa é de Bovespa tentando se manter em alta, dólar e juros mais fracos.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais