Diante do noticiário ao longo do dia, a performance ruim dos mercados de risco era inevitável. Só o mercado americano resistiu um pouco após bater novos recordes. Covid-19 contaminando pesado a Europa, BCE (BC europeu) preocupado com o desempenho da economia na zona do euro e declarações de candidatos à Câmara e Senado e do presidente; retiraram as chances de recuperação das Bolsas e mantiveram o dólar pressionado por aqui, mesmo depois da decisão e comunicado do Copom de ontem.

O BCE manteve a política monetária estabilizada com taxa de depósito em -0,5% e refinanciamento em zero, com programa emergencial de compras em 1,85 trilhão de euros. Mas a coletiva de Christine Lagarde expôs os riscos para a economia e necessidade de estímulos. Lagarde espera ver aprovado e funcionando rapidamente o fundo de recuperação e projetou que o PIB do quarto trimestre de 2020 será de contração.

Além disso, falou que a recuperação tem sido desigual, falou de incertezas e mais medidas caso necessárias.

Na zona do euro, a confiança do consumidor caiu para -15,5 pontos em janeiro, quando o esperado era que ficasse em -14,8 pontos. Na Índia, em que pese o incêndio que atingiu laboratório produtor de vacinas, foi noticiado que começam a exportar para o Brasil a partir de amanhã. O Banco central da África do Sul manteve a taxa de juros em 3,5%, como esperado e a Turquia manteve em 17%, com possibilidade de aperto monetário.

Já nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego da semana passada encolheram 26 mil posições para 900 mil pedidos, quando o previsto era de 925 mil. A construção de novas residências expandiu 5,8% em dezembro, quando a projeção era de +0,5%. Novas permissões de construções com alta de 4,5%. Nancy Pelosi, presidente da Câmara, disse que Biden colocará plano de combate a covid-19, e que Trump não tinha programa de distribuição e vacinação organizado. O líder republicano McConnell, criticou as primeiras medidas de Biden, dizendo que destruiu milhares de empregos, mas se disse pronto para trabalhar com o governo aplicando bom senso.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,53%, com o barril cotado a US$ 53,03. O euro era transacionado em alta para 1,216 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,08%. O ouro e leve queda e a prata em alta nas negociações da Comex e commodities agrícolas com comportamento misto na Bolsa de Chicago.

No cenário doméstico, o noticiário político predominou com declarações dos candidatos apoiados por Bolsonaro para a Câmara e Senado. Arthur Lira falou em extensão do auxílio emergencial ou um bolsa família turbinado. Já Rodrigo Pacheco foi mais claro, falando em teto de gastos relativizado e compatibilizar o auxílio emergencial com a rigidez fiscal e necessidade da população. Não se comprometeu com prazo para privatização da Eletrobrás (as ações passaram a cair forte na Bovespa) e disse não querer entregar patrimônio a qualquer preço, o que seria entreguismo. Segundo ele, a privatização da Eletrobrás não é prioridade.

Complementando essa série de declarações, Bolsonaro declarou que “ não permitiremos venda de terras para estrangeiros. Esse país é nosso”. Antes mesmo dessas declarações, Armínio Fraga já tinha falado em seminário que o governo seria reativo com reformas, que a tributária poderia caminhar um pouco, mas não via espaço para a reforma administrativa que, segundo ele, não tem apoio.

No mercado, dia de dólar oscilando muito entre queda na abertura e alta. Na Bovespa, na sessão de 19/1, os investidores estrangeiros voltaram a alocar recursos no montante de R$ 466 milhões, acumulando ingressos líquidos em 2021 de R$ 21,58 bilhões. Os DIs também tiveram dia de alta de juros para todos os vencimentos depois de oferta realizada de LTNs, NTN-Fs e LFTs.

No mercado acionário, dia de queda da Bolsa de Londres de 0,37%, Paris com -0,67% e Frankfurt com -0,11%. Madri e Milão com perdas de respectivamente 0,83% e 0,98%. No mercado americano, dia de Dow Jones com -0,04% e Nasdaq com +0,55.%. Na Bovespa, alguma recuperação de queda na parte da tarde, depois de o índice atingir mínima em 117.785 pontos. No fechamento, a Bovespa mostrava 1,10% e índice em 118.327 pontos, salva, principalmente, pela recuperação das ações da Vale e CSN, esta última precificando as ações da Casa de Pedra para IPO.

Na agenda de amanhã teremos a prévia da confiança da indústria pela FGV em janeiro, indicadores PMI das atividades de indústria, serviços e composto para diferentes países também em janeiro, e nos EUA, as vendas de imóveis usados de dezembro e os estoques de petróleo do Departamento de Energia na semana anterior.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais