No plano internacional a variante delta do covid-19 coloca investidores de resguardo por conta de novas restrições impostas por países. No plano doméstico, muitos ruídos com a crise hídrica, denúncias de corrupção com vacina, reforma tributária questionada em várias partes e inflação marcando presença forte.

Ontem, a Bovespa lutou para ficar acima dos 127.000 pontos, acabou conseguindo fechar acima, mas em leve queda de 0,08% e índice em 127.327 pontos. O dólar encerrou com alta de 0,28 e cotado a R$ 4,94. O Dow Jones com alta de 0,03%, Nasdaq e S&P bateram novos recordes de pontuação.

Hoje, último dia do primeiro semestre, mercados começando o dia com viés de queda. As Bolsas asiáticas até que tiveram madrugada mais para positivas, e a Europa iniciando o dia com boas quedas e aguardando dados nesse início de manhã. Os futuros do mercado americano também mostrando pequenas quedas.

Aqui, temos que fazer todo o trabalho de volta para o patamar de 130.000 pontos do Ibovespa, mas não está fácil com todos os problemas na conjuntura local que sempre geram instabilidade. Só para citar alguns pontos, lembramos a crise hídrica com bandeira vermelha nível 2, sendo reajustada pela Aneel em 52%, inflação mostrando a cara e exigindo maior controle do Bacen, denúncias de propina com a vacina Covaxin, reforma tributária sendo bastante criticada por setores organizados e muita demora, e estamos apenas no início.

Na China, durante a madrugada tivemos a divulgação do PMI industrial oficial de junho em leve queda para 50,9 pontos, vindo de 51,0 pontos. No Reino Unido, o PIB do primeiro trimestre mostrou contração de 1,6%, quando o previsto eram 1,5% e a taxa anualizada de -6,1%. Na zona do euro, a inflação de junho preliminar mostrou alta de 1,9% anualizada e o núcleo com elevação de 0,9%.

No mundo, a variante delta em expansão assusta investidores e indicam prudência na assunção de riscos adicionais. No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NY, mostrava alta de 1,11% com o barril cotado a US$ 73.79. O euro era transacionado em leve queda para US$ 1,188 e notes americanos de 10 nos com taxa de juros de 1, 45%. O ouro tinha queda e a prata estável na Comex e commodities agrícolas com viés de queda na Bolsa de Chicago.

Aqui, o ministro Queiroga confirmou suspensão temporária da Covaxin atendendo a CGU (controladoria da União), o Tesouro fechou operação de venda de títulos de 10 anos e reabriu captação de títulos de 2050, captando US$ 2,25 bilhões, com demanda próxima de US$ 7,5 bilhões. A bandeira vermelha 2, reajustada pela Aneel em 52%, (promete mais aumentos) deve provocar alta nas contas de energia em cerca de 8% e acelerar um pouco mais a inflação.

Bolsonaro ontem em discurso no final da tarde admitiu que existe um montão de irregularidades no programa Bolsa família. Na agenda do dia, teremos a divulgação da pesquisa ADP de criação de vagas no setor privado americano em junho e os estoques de petróleo e derivados do DOE (pela API caíram 8,2 milhões de barris na semana passada) e declarações de membros do FED. Aqui, dados de conjuntura de maio e fluxo cambial na semana anterior pelo Bacen e fala do presidente Campos Neto.

Expectativa para o dia de Bovespa começando ainda em queda (Petrobras pode destoar), dólar e juros em alta.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais