O jornal valor econômico nesta-sexta feira faz uma matéria sobre a alta da Bolsa e sobre seu potencial risco aos investidores. Nesta matéria o sócio reponsável pelo home broker modalmais, Rodrigo Puga comenta sobre o cenário, leia trecho abaixo:

“Apesar de a sinalização do BC de Ilan Goldfajnser de retardar o processo de cirte de juros no Brasil, isso não tem sido visto como algo ruim para a bolsa, cita Rodrigo Puga, sócio do serviço do home broker modalmais, ligado ao Banco Modal. ” A partir do momento em o BCmostra que tem credibilidade e independência para tomar as medidas necessárias para conter a inflação, a avaliação é que esse é um mal necessário”, diz.

Até aqui, o fluxo externo externo direcionado à bolsa brasileira foi liderado por investidores mais oportunistas, de curto prazo, mais sua percepção é que, após a esperada confirmação do impeachment da presidente afastada, comecem a entrar recursos com perfil de longo prazo no país. “É aquele investidor que confia que, se postas em práticas as medidas necessárias, o Brasil pode recuperar o investment grade”, afirma Puga, referindo -se ao conjunto de iniciativas que melhorem o perfil fiscal do país.

Artigo 1
Artigo 2