Sem surpresas no cenário político, o dólar passou a maior parte da manhã cotado abaixo de R$ 3,50. Às 12h, a moeda americana valia R$ 3,47. A queda de 1,2% reflete a expectativa de melhora na condução da economia em um novo governo, após o afastamento da presidente Dilma.
A máxima do dia, segundo a Bloomberg, foi R$ 3,519. O pico é bem abaixo do registrado na segunda-feira. A cotação chegou a R$ 3,67 com a tentativa surpreendente do deputado Waldir Maranhão de anular a sessão do impeachment na Câmara. A manobra foi rejeitada pelo Senado e no fim do pregão de ontem a moeda recuou para R$ 3,52.

Nesta semana, o BC não interferiu no câmbio, conta Alvaro Bandeira, economista-chefe do Home Broker Modalmais.

Veja o gráfico da Bloomberg com a variação do dólar nesta terça-feira.

Leia matéria na integra em O Globo Online – Miriam Leitão – 05/10/2016