São Paulo, 4 de julho de 2016 – Os contratos futuros do Ibovespa operam em alta impulsionados pela valorização das commodities e pela expectativa dos investidores com uma nova rodada de estímulos na China, fator que colaborou para que os mercados acionários na Ásia encerrassem em alta. Às 9h35, os contratos futuros do índice com vencimento em agosto avançavam 0,30%, a 53.210 pontos.
“Assim como no final da semana anterior, os mercados não apresentam tendência única hoje, mas a alta dos preços das commodities no exterior e os ganhos das ações asiáticas podem impulsionar a Bolsa brasileira neste pregão”, afirmou a equipe de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, em relatório.

Diante do feriado de Dia da Independência nos Estados Unidos, deverá prevalecer como referência para os ativos brasileiros, principalmente os da

Petrobras e da Vale, o avanço nas cotações do preço do barril de petróleo tipo Brent, que sobe 0,49%, a US$ 50,60, e da tonelada do minério de ferro na bolsa de Dalian, na China, que subiu 2,49%, cotada a US$ 64,82.

Para o economista-chefe do Home Broker Modalmais, Alvaro Bandeira, permanece o clima de otimismo com o desempenho do mercado acionário, mas ainda com possibilidade de volatilidade. “Precisamos consolidar a passagem definitiva pelo patamar de 51.600 pontos do Ibovespa para abrir espaço de retorno para 54 mil pontos e 55 mil pontos. No entanto, isso só será alcançado com ambiente externo também positivo”, disse.

Fonte: Alexandre Melo / Agência CMA