Você já ouviu falar sobre a seguradora Porto Seguro? Essa é uma importante e consolidada empresa brasileira, cuja sede está na cidade de São Paulo.

Atualmente, a empresa conta com mais de 35 mil corretores de seguros cadastrados, sendo formada por mais de 25 empresas do ramo de seguro de vida, previdência e outros setores.

Ainda que algumas pessoas desconheçam, essa empresa tem suas ações negociadas na Bolsa de Valores. Listada na B3, no segmento de Novo Mercado, ela tem ações ordinárias (PSSA3) e também ações no mercado fracionado (PSSA3F).

Investir na Porto Seguro pode ser uma boa forma de diversificar sua carteira de investimentos e buscar bons rendimentos no mercado de renda variável. Mas para que isso ocorra sem problemas, é necessário levar em conta alguns detalhes. Confira, a seguir, o que você precisa saber para ter sucesso nessa operação!

 

O que é a Porto Seguro?

Antes de mais nada, é válido conhecer um pouco melhor a história da empresa, bem como a maneira como suas ações têm se comportado no mercado financeiro.

 

A história da empresa

A Porto Seguro foi fundada em 1945, por iniciativa de José Alfredo de Almeida, José da Cunha Júnior e José Andrade de Souza. Inicialmente, ela estava posicionada como a 44ª companhia de seguro do país, mas cresceu com o tempo.

Em 1976, a empresa passou a atuar no ramo de consórcio de automóveis, ampliando-o em 1986 por meio da fundação da companhia Porto Seguro e Previdência.

Aos poucos, o escopo de atuação da Porto Seguro foi aumentando cada vez mais, alcançando, inclusive, espaço fora do Brasil. Confira algumas das etapas de expansão pelas quais a empresa passou:

  • 1945: fundação;
  • 1976: ingresso no ramo de consórcio e automóvel;
  • 1986: surgimento da Porto Seguro Vida e Previdência;
  • 1991: fundação da Porto Seguro Saúde;
  • 1995: criação da Porto Seguro Seguros Del Uruguay S.A;
  • 1997: a Porto Seguro funda a Portopar Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários;
  • 1998: fundação da Porto Seguro Proteção e Monitoramento Ltda.;
  • 2002: surgimento da Portoseg S.A. Crédito, Financiamento e Investimento;
  • 2003: aquisição da Axa Seguros Brasil, que futuramente seria denominada Azul Seguros.

Em 2004, a Porto Seguro realizou seu IPO, quando passou a ofertar suas ações na Bolsa de Valores, a B3. É importante notar que desde que realizou abertura de capital ela tem apresentado bons rendimentos.

 

A associação com o Banco Itaú

Em 24 de agosto de 2009, foi anunciada a junção das operações de seguro com o Banco Itaú. Com apenas nove dias de negociação, as duas empresas chegaram a um acordo sobre como seria feita a junção entre elas.

De acordo com tal negociação, o Itaú teria que transferir toda sua carteira de seguro de automóveis e residências para uma companhia nova, a Itaú Unibanco Seguros de Automóvel e Residência S.A., que seria transferida para a Porto Seguro.

A partir de então, a Porto Seguro conquistou o direito exclusivo para ofertar e distribuir produtos de seguro nos setores negociados (automóvel e residência) dos clientes da rede de agências do Itaú.

Por meio dessa fusão, o Itaú passou a deter 30% da participação nas operações da Porto Seguro. Dessa forma, foram combinados os padrões de atuação das duas companhias, buscando oferecer melhores produtos aos diversos segmentos de mercado.

 

Os dias de hoje

Pelo menos até 2019, a Porto Seguro ocupava o primeiro lugar no ranking de seguradores não-vida, sendo a terceira maior companhia de seguros do país. Ou seja, ela é uma referência de seguros no Brasil.

A companhia conta com uma estrutura operacional de mais de 13 mil funcionários, 120 filiais, 36 mil corretores independentes e 23 mil prestadores de serviços, que operam por meio de contratos de exclusividade.

Com 9 milhões de clientes distribuídos em diversas linhas de negócios, a Porto Seguro é líder no setor de seguros para automóveis e residências no Brasil.

 

Qual é o histórico das ações da Porto Seguro?

Em termos gerais, ações representam a menor parcela do capital social de determinada empresa. A partir do momento em que a empresa abre capital, suas ações passam a ser negociadas em Bolsa de Valores, a fim de que a empresa possa receber investimento de terceiros. Com isso, o valor de sua ação pode variar de acordo com a demanda e a oferta.

Desde a sua abertura ao mercado financeiro, a Porto Seguro tem aumentado sua receita e lucro, assim como sua rentabilidade histórica. Além disso, a sinistralidade histórica da companhia apresenta aspectos constantes e aceitáveis.

Um indicador que deve ser considerado caso pretenda investir na empresa e, especialmente, caso queira manter as ações dela em sua carteira por um longo prazo, é o Dividend Yield. Esse indicador mostra a rentabilidade relativa dos proventos pagos aos acionistas em determinado período. O DY de Porto Seguro de 2020, por exemplo, foi de 5,7%, enquanto que o de 2019 foi de 3,4%.

 

Resultados no quarto trimestre de 2020

Vale a pena conferir os resultados das ações da Porto Seguro no último trimestre de 2020  — lembrando que esse foi um ano complicado para grande parte do mercado financeiro devido à crise provocada pelo novo coronavírus que atingiu diversos setores.

Apesar do cenário, a empresa apresentou um lucro líquido de R$ 407,3 milhões, além de ter uma alta de 10,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em junho de 2020, a empresa anunciou que   para quem mantivesse em carteira ações na companhia até o dia 29 de junho de 2020. O valor por ação pago foi o equivalente a R$ 0,596797.

 

Principais acionistas

De acordo com a própria empresa, o capital social da companhia está dividido em 323.293.030 ações ordinárias. As participações de seus acionistas estão distribuídas da seguinte maneira:

  • PSIUPAR (Controlada por Jayme Brasil Garfinkel, com 57,07%, e Grupo Itaú Unibanco, com 42,93%): 70,79% de participação com 228.941.889 ações;
  • Ações em tesouraria: 1,04% de participação, com 3.368.936 ações;
  • Mercado: 28,16% de participação, com 91.081.205 ações.

Ao investidor interessado em adquirir ações da Porto Seguro, vale a pena consultar a distribuição atualizada, visto que esses ativos apresentam variações.

 

Quais são os concorrentes da Porto Seguro?

É fato que a Porto Seguro é uma das grandes lideranças do ramo de seguros — mas ela não está sozinha. Por isso, vale a pena conferir um pouco da concorrência, pois trata-se de um fator que interfere nos resultados da empresa.

 

BB Seguridade (BBSE3)

A BB Seguridade  é uma holding que atua nos segmentos de seguros, previdência e capitalização. Quem controla a empresa é o Banco do Brasil.

A instituição foi criada em 2012, transformando a divisão de seguros do banco em uma nova empresa de capital aberto. Atualmente, apresenta um Patrimônio Líquido superior a R$ 7 bilhões.

 

SulAmérica (SULA3)

Essa é a maior seguradora independente do país. Operando com seguros, previdência, gestão de ativos e capitalização, a SulAmérica  tem presença nacional e mais de 7 milhões de clientes.

Em 2007, abriu capital ao realizar o seu IPO. Os papéis da empresa são negociados na governança de Nível 2 na B3, e a empresa apresenta um Patrimônio Líquido superior a R$ 8,1 bilhões.

 

Como rentabilizar seu capital com as ações PSSA3?

Se você tem interesse em diversificar suas aplicações por meio da operação em ações da Porto Seguro Seguros (PSSA3), é importante ter ciência de quais são as maneiras de conseguir bons resultados com ela.

Considerando que esses ativos são de renda variável e negociados na Bolsa de Valores, existem duas formas mais comuns de rentabilizar seu capital com eles: por meio de operações de trade ou investindo a longo prazo.

 

Trade

De maneira geral, esse tipo de operação consiste em comprar e vender ações com o objetivo de lucrar com o resultado dessa relação de troca.

Existem algumas modalidades de que se diferenciam de acordo com o prazo em que são realizadas, sendo elas:

  • day trade: é uma operação de curta duração onde o trader realiza a compra e a venda – ou contrário – do ativo no mesmo dia;
  • swing trade: com um prazo maior, a modalidade swing visa o encerramento de uma operação após dias ou, até mesmo, algumas semanas;
  • position trade: consiste no encerramento de uma operação após algumas semanas ou, até mesmo, meses.

 

Investimento de longo prazo

Em uma operação de longo prazo, a compra do ativo está ligada com a intenção do investidor em ser uma espécie de sócio da empresa.

Quem opta por realizar um investimento de longo prazo conta com o crescimento da empresa para ter participação na valorização de suas ações. Os ganhos, nesse sentido, visam também a distribuição de dividendos.

Apenas como exemplo, no acumulado do ano de 2019, a PSSA3 distribuiu aproximadamente R$ 1,50 por ação por meio de juros sobre capital próprio e dividendos. Nesse caso, quem tivesse 1.000 ações até a data COM (estipulada para garantir ao investidor a participação na distribuição dos lucros), receberia R$ 1.500, no total, naquele ano.

 

Vale a pena investir na Porto Seguro?

A Porto Seguro é uma das maiores empresas de seguros do Brasil. Com sua variedade de produtos e investimento em parceria e inovação, ela está em constante crescimento. Contudo, você precisa levar em consideração pontos importantes, antes de negociar as ações da empresa na Bolsa.

A princípio, você deve avaliar qual o seu perfil de investidor e qual é o tipo de operação que pretende realizar com a PSSA3, considerando, também, o horizonte de investimentos: curto, médio ou longo prazo.

Avalie, também, os fundamentos históricos da empresa (análise quantitativa): eles refletem diretamente na consistência de seus resultados.

 

Como investir nas ações?

Agora que você sabe quais são os principais fatores que não podem passar despercebidos em sua análise antes de operar as ações PSSA3, é importante compreender quais são os procedimentos necessários para realizar a operação.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora ou banco de investimento que, como o modalmais, tenha um bom histórico, solidez e transmita confiança e auxílio aos seus clientes.

Para ter sua conta, basta acessar a plataforma da instituição e inserir os dados solicitados. Com a conta aberta, basta transferir para ela a quantia que pretende investir. Existem algumas maneiras de fazer isso. As mais comuns e práticas são por meio de:

  •  TED: Transferência Eletrônica Disponível;
  •  PIX: serviço de transação bancária criado pelo Banco Central do Brasil.

 

Concluído o recebimento dos recursos em sua conta na corretora ou banco de investimentos, basta acessar o home broker. É por meio dessa ferramenta que serão realizadas as operações de compra e venda das ações — e isso ocorre de forma simples, dinâmica e fácil.

No home broker, localize a boleta de compra e digite o ticker da ação, que no caso da Porto Seguro é o PSSA3. Nessa mesma boleta, digite a quantidade que pretende adquirir e o preço pelo qual está disposto a pagar.

Após realizar esse procedimento, insira sua assinatura digital e confirme. Quando o preço escolhido por você for atingido de acordo com a variação do mercado e a disponibilidade de negócios, sua ordem de compra será executada. É válido notar que a operação de venda de ativos funciona de forma semelhante.

Investir em ações da Porto Seguro pode ser uma alternativa de diversificação de seus investimentos. No entanto, como foi possível notar ao longo deste artigo, é necessário que, antes de decidir realizar a compra, você considere detalhes importantes sobre a operação e os fundamentos da empresa.

Você conhecia estas informações sobre como investir na Porto Seguro? Para ficar por dentro de mais conteúdos como este, siga as nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!