Os balanços devem dividir espaço com o noticiário macroeconômico no foco dos investidores nesta terça-feira. Os números divulgados entre a noite de ontem e a manhã de hoje estão no radar, com destaque para Klabin, BTG Pactual, Direcional e Marisa. Mas a ata da reunião do Copom na semana passada, e a divulgação do IPCA de abril também devem movimentar o mercado de ações.

A Klabin reverteu o prejuízo de R$ 3,143 bilhões registrado no primeiro trimestre do ano passado em lucro líquido de R$ 421 milhões entre janeiro e março deste ano. O resultado é 68% menor do que no quarto trimestre de 2020, de R$ 1,327 bilhão. O Ebitda ajustado atingiu R$ 1,274 bilhão, alta de 24% na comparação anual.

O BTG Pactual registrou lucro de R$ 1,176 bilhão no primeiro trimestre de 2021, 53% superior ao observado no mesmo intervalo de 2020. Pelo critério ajustado, o lucro foi de R$ 1,197 bilhão, alta de 55,8% na base anual.

A Direcional Engenharia anunciou lucro líquido de R$ 27,106 milhões entre janeiro e março, um crescimento de 169,6% sobre igual intervalo do ano passado. O Ebitda ajustado ficou em R$ 77,803 milhões, 72,6% acima na comparação anual, com margem de 18,5%, maior que a de 15,5% há um ano.

A Marisa Lojas apurou prejuízo líquido de R$ 53,4 milhões no primeiro trimestre, diminuindo pela metade as perdas de R$ 107,1 milhões do mesmo período do ano passado. O Ebitda total foi de R$ 61,6 milhões, quatro vezes maior que os R$ 15,4 milhões de um ano antes. No critério ajustado, o Ebitda foi de R$ 66,4 milhões, avanço anual de 377,6%.

Itaúsa e Petz

A Itaúsa apresentou lucro de R$ 2,207 bilhões no primeiro trimestre, alta de 118,1% em relação ao mesmo período de 2020. O resultado recorrente foi de R$ 2,408 bilhões, avanço de 123,4%. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) sobre o PL Médio atingiu 15,2%, aumento de 7,7 pontos porcentuais na comparação anual.

A Petz teve ganhos de R$ 11,484 milhões entre janeiro e março, queda de 40,7% ante o mesmo período de 2020. Sem os efeitos não recorrentes tributários, segundo a companhia, houve um crescimento de 59,3% no lucro. O Ebitda ajustado ficou em R$ 40,152 milhões, alta de 36,3% na comparação anual.

A Intelbras registrou no primeiro trimestre de 2021 lucro líquido de R$ 89,707 milhões, revertendo o prejuízo verificado um ano antes, de R$ 24,336 milhões. O Ebitda somou R$ 102,341 milhões, uma alta de 52,5% na comparação anual.

Azul e EcoRodovias

As empresas continuam divulgando também prévias operacionais. A Azul anunciou seus números de abril, com tráfego de passageiros consolidado (RPKs) 523,7% maior ante abril de 2020, mas ainda 37,5% abaixo de abril de 2019. A capacidade (ASKs), por sua vez, apresentou um salto de 455,8% em relação ao ano passado, e queda de 31,9% em relação a 2019. Houve um aumento de 8,5 pontos porcentuais na taxa de ocupação em relação a abril de 2020, para 77,5%. Em abril de 2019 essa taxa estava em 84,4%.

A EcoRodovias divulgou a atualização de seus dados de tráfego semanais. Entre os dias 3 e 9 de maio o movimento consolidado nas rodovias administradas foi de 7.947 veículos, alta de 44,0% ante o mesmo período de 2020. Levando em conta somente o total comparável, excluindo a Ecovias do Cerrado, o movimento foi de 7.265 veículos, alta de 31,6%.

O Espaçolaser adquiriu participação de 66,7% do Centro Estético Láser Alemán SpA (Cela), rede de depilação a laser no Chile, com o pagamento de US$ 4,606 milhões. A empresa tem 11 lojas próprias, uma plataforma de e-commerce instalada e uma base de mais de 100 mil clientes.

 

Agenda Ecônomica

A ata da reunião da última semana do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central fala em uma “normalização parcial” da política monetária, após a alta de 0,75 ponto percentual na taxa básica de juros, de 2,75% para 3,50% ao ano. O BC considera que a atividade econômica evolui para retomar os níveis do final de 2019, mas de forma heterogênea entre os setores.

A inflação medida pelo IPCA ficou em 0,31% em abril, ante 0,93% em março, segundo divulgou há pouco o IBGE. No acumulado em 12 meses está em 6,76%, enquanto o centro da meta do governo é de 3.75%, com o teto em 5,25%.

Por Equipe Eleven Financial