O Tesouro IPCA é um ativo de renda fixa. A sua rentabilidade está atrelada ao principal índice de inflação no Brasil, o IPCA.

Assim, ele costuma ser uma boa alternativa para evitar que o seu dinheiro se desvalorize no tempo. Afinal, os mesmos R$ 50 de hoje compram menos do que há dez anos.

A inflação no Brasil está em seus menores níveis históricos desde 2016. Mesmo assim, o seu capital está perdendo poder de compra só que de forma mais lenta.

Então, investir no Tesouro IPCA+ tende a ser uma boa alternativa, principalmente para objetivos de médio e longo prazo, como comprar um imóvel ou se aposentar com qualidade.

Além disso, esse título ainda pode trazer lucros expressivos, como ocorreu entre 2016 e 2018.

Mas, para lucrar de verdade, você precisa saber sobre o seu funcionamento e como escolher o melhor para a sua carteira.

Por isso, preparamos um artigo completo sobre o Tesouro IPCA+ para você começar a investir com rentabilidade e segurança a partir de hoje.

 

Veja o que você vai aprender:

 

  • O que é Tesouro IPCA?
  • Tipos de Tesouro IPCA+
  • Quanto rende o Tesouro IPCA?
  • Quando investir no Tesouro IPCA+?
  • Características do Tesouro IPCA+
  • Outros títulos do Tesouro Nacional
  • Tesouro IPCA ou Selic: o que é melhor?
  • Qual o melhor investimento para aposentadoria?
  • Como investir no Tesouro IPCA

 

Boa leitura!

O que é Tesouro IPCA?

Ajude no desenvolvimento do país e ainda faça o seu dinheiro render

 

Ele é um título público emitido pelo Tesouro Nacional. O Tesouro IPCA+ pode ser entendido como um empréstimo do seu dinheiro ao governo federal.

Basicamente, o Estado emite esse investimento para financiar a máquina pública. Portanto, a captação financeira é utilizada em áreas, como saúde, educação e infraestrutura.

Assim, ao emprestar o seu dinheiro, você o receberá novamente em uma determinada data futura corrigido por uma taxa de juros, que, por sua vez, corresponde à rentabilidade.

O que é IPCA?

Ele é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo. O seu objetivo é medir a variação dos preços de 465 produtos e serviços comumente utilizados pelas famílias brasileiras.

Dessa forma, o IPCA é considerado como o indicador oficial da inflação no Brasil.

 

Para que serve o IPCA?

O índice é utilizado para analisar se houve aumento ou diminuição de preços em um dado período, por exemplo, no ano ou no mês.

Assim, o IBGE faz a coleta dos preços de produtos e serviços de compras à vista.

Tudo isso é colocado em uma média ponderada conforme as áreas de consumo, como, por exemplo, alimentação, transportes e habitação.

No início do mês subsequente, o IPCA é divulgado pelo IBGE. Se houve aumento nos preços, então ocorreu inflação. Do contrário, temos deflação.

O Banco Central (Bacen) faz o acompanhamento do índice desde 2000. Ele serve como base para as decisões quanto à taxa Selic.

Geralmente, se o IPCA acelera, o Bacen aumenta a taxa básica de juros para evitar a hiperinflação.

Caso ele esteja estável, é possível diminuir a taxa Selic. Isso é feito para incentivar o consumo, como tem sido visto desde 2016.

Em 2015, o IPCA chegou a 10,67% e a taxa básica em 14,25% a.a. Já em 2019, o primeiro fechou em 4,31% e a segunda em 4,50% ao ano.

Tipos de Tesouro IPCA+

Um dos erros comuns ao investir no Tesouro IPCA+ é escolhê-lo apenas pela taxa de rentabilidade.

A forma do seu repasse ao investidor possui dois tipos, e você deve considerá-los na hora de encontrar o título perfeito para os seus objetivos.

Isso porque ela influencia na disponibilidade do seu capital e no lucro líquido do seu Tesouro IPCA.

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal)

Nesse caso, os rendimentos são repassados ao investidor apenas na data do vencimento ou no resgate antecipado.

O Tesouro IPCA+ pode ser uma boa alternativa quando você investe hoje sem necessidade dos rendimentos até o seu prazo final.

Tesouro IPCA+ Juros semestrais (NTN-B)

Esse título paga cupons de rendimentos semestrais. Ele pode ser a escolha ideal se você investe com foco em gerar renda.

Vale lembrar que o repasse está sujeito à tributação e segue a alíquota regressiva do Tesouro Direto, conforme mostrado na tabela:

Cupom Período (meses)Imposto de Renda (%)
622,5
1220
1817,5
2417,5
3015

Tributação dos cupons de rendimento para o Tesouro IPCA+ – Fonte: Tesouro Nacional

 

A partir do quinto cupom de rendimento, o Imposto de Renda permanece com alíquota de 15%.

Já no Tesouro IPCA+ com vencimento em doze meses, você pagaria 20% de IR no resgate.

Então, o seu rendimento total costuma ser um pouco maior do que o do título que paga cupons semestrais.

Quanto rende o Tesouro IPCA?

Quando há expectativa de aumento de juros na economia, o seu rendimento sobe

 

A taxa de rentabilidade desse título é composta por uma parte prefixada mais a variação do IPCA no período, como, por exemplo, 3% + IPCA.

Então, se o índice subir, os rendimentos aumentam. Do contrário, você tem a garantia de que receberá, pelo menos, a taxa prefixada do ativo.

Perceba que, ao investir no Tesouro IPCA+, você terá apenas uma previsão de quanto o seu dinheiro irá render até o vencimento.

Afinal, não há como prever com exatidão o comportamento da inflação no futuro.

Quando investir no Tesouro IPCA+?

O Tesouro IPCA+ pode ser utilizado para manter o poder de compra do seu dinheiro, uma vez que oferece uma taxa prefixada sobre a inflação.

Além disso, o título é uma alternativa mais segura do que a poupança. Afinal, ele é emitido pelo governo, máxima instituição financeira do país.

Mesmo sem a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos), dificilmente o Estado faltará com o pagamento dos rendimentos.

A rentabilidade do Tesouro IPCA+ costuma ser maior do que a da poupança.

Considere um título com rentabilidade de 3% + IPCA com vencimento de um ano. O investimento será de R$ 10 mil e a inflação de 2019 ficou em 4,31%.

Então, o retorno líquido será de R$ 10.605,21, ou seja, R$ 605,21 de lucro líquido.

Em 2019, a poupança rendeu 4,26% no ano. Os mesmos R$ 10 mil renderam apenas cerca de R$ 426, ou seja, aproximadamente R$ 179 a menos no seu bolso.

Portanto, o Tesouro IPCA+ pode ser uma boa alternativa para você sair da caderneta e fazer o seu dinheiro render de verdade.

Características do Tesouro IPCA+

O programa do Tesouro Nacional também é para o pequeno investidor

 

O Tesouro IPCA+ pode ser ofertado de diferentes formas, como, por exemplo, com vencimentos de 3, 5 e 10 anos.

Antes de investir, é fundamental conhecê-las a fim de descobrir qual o título mais adequado para a sua carteira. Tenha em mente que é possível diversificar com o Tesouro Direto.

Nomenclaturas

O Tesouro IPCA+ também pode ser conhecido como NTN-B. A sigla consiste em Notas do Tesouro Nacional da série B.

Investimento mínimo

O investimento inicial em Tesouro IPCA+ depende do seu Preço Unitário (PU). Ele varia diariamente conforme as expectativas para os juros futuros da economia.

De forma geral, você pode adquirir a partir de 0,01 do título, o que corresponde a menos de R$ 30. Então, é possível começar a investir mesmo com pouco dinheiro.

Liquidez

O Tesouro IPCA+ possui liquidez imediata. Isso significa que ele pode ser convertido em dinheiro rapidamente.

Ao solicitar o seu resgate, o governo compra o seu título. O valor líquido estará disponível na sua conta no próximo dia útil.

Portanto, o Tesouro IPCA+ pode ser utilizado para objetivos de curto prazo, como planejar uma viagem de férias ou fazer um intercâmbio.

Taxas e tributação

Ao investir no Tesouro IPCA+, os seus rendimentos estarão sujeitos à cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nos primeiros trinta dias.

Então, se você solicitar o resgate durante esse período, terá que pagar o imposto.

Além disso, há o Imposto de Renda (IR). Ele segue a alíquota regressiva, conforme a tabela a seguir:

Prazo de investimentoAlíquota de IR (%)
Até 180 dias22,5
Entre 181 até 360 dias20
De 361 até 720 dias17,5
Após 720 dias15

Tabela do IR para o Tesouro IPCA+ – Fonte: Tesouro Nacional

 

Perceba que, quanto maior o tempo de investimento, menor será a alíquota de IR. Vale lembrar que o tributo é calculado apenas sobre os rendimentos.

O Tesouro IPCA+ também possui a taxa de custódia. Ela é cobrada pela B3 e corresponde à 0,25% ao ano. O seu desconto é feito de forma automática a cada seis meses.

Outros títulos do Tesouro Nacional

Além do Tesouro IPCA, o governo também emite outros títulos públicos. Eles podem ser boas alternativas, principalmente se você busca rendimentos atrativos e com baixo risco.

Tesouro Selic

Ele é um título de renda fixa com taxa de rentabilidade de 100% da taxa Selic, ou seja, rende próximo do CDI.

Se a taxa básica aumenta, os seus rendimentos também sobem.

O Tesouro Selic pode ser utilizado em objetivos de qualquer prazo, como reserva de emergência, compra de um imóvel ou para alcançar a independência financeira.

Isso porque ele não apresenta retorno negativo e tem liquidez imediata.

Prefixados

São títulos com taxas de rendimento fixas de, por exemplo, 7% ao ano. Assim, eles podem ser boas escolhas quando há expectativa de queda nos juros.

Nesse cenário, o Tesouro Prefixado costuma oferecer rentabilidade maior do que os demais investimentos.

Além disso, ele pode ser utilizado quando você investe hoje com objetivo de obter determinado montante no futuro, por exemplo, alcançar o primeiro milhão.

Com o Tesouro Prefixado, é possível saber exatamente quanto o seu dinheiro renderá até o vencimento.

Prefixados com juros semestrais

A lógica deles é idêntica ao Tesouro Prefixado. A diferença é que eles pagam cupons de rendimentos semestrais.

Se você deseja uma renda ou receber parte da rentabilidade antes do vencimento, esses ativos podem ser boas alternativas.

A tributação dos cupons semestrais seguem a mesma ideia do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais.

Tesouro IPCA ou Selic: o que é melhor?

A marcação à mercado do Tesouro IPCA+ pode trazer bons rendimentos

 

A escolha do melhor título depende dos seus objetivos. Afinal, eles definem o quanto você deve investir e o prazo de vencimento.

Geralmente, o Tesouro IPCA+ é a opção certa para investimentos em períodos maiores. No curto prazo, o seu rendimento pode ser negativo por conta da sua volatilidade.

O mesmo não ocorre no Tesouro Selic. Ele possui maior estabilidade, e é possível resgatá-lo a qualquer momento sem grandes perdas.

Em 2016, o Tesouro IPCA+ 2035 rendeu 47,81% no ano. Os investidores que solicitaram o resgate antecipado puderam usufruir deste lucro.

Caso a inflação permaneça estável, esse efeito dificilmente ocorrerá novamente.

Então, ao manter o título na carteira até o vencimento, você receberá os rendimentos conforme estabelecido no momento da compra.

Qual o melhor investimento para aposentadoria?

A proteção contra a inflação pode ser uma das chaves do sucesso da aposentadoria de qualidade.

O Tesouro IPCA+ costuma ser o título mais recomendado para este fim. Sem contar que ele ainda oferece ganho real.

Então, independente do comportamento da inflação, o seu dinheiro manterá o poder de compra e ainda terá rendimentos.

Saiba que, mesmo com a Reforma da Previdência, é fundamental fazer o seu próprio colchão de liquidez.

Uma dica para investir no Tesouro IPCA+: combine os vencimentos dos títulos com a sua expectativa de aposentadoria.

Por fim, comece o quanto antes, mesmo que seja com pouco dinheiro. Deixar para guardá-lo apenas quando estiver próximo de se aposentar é um dos erros mais comuns dos brasileiros.

Como investir no Tesouro IPCA

Abra a sua conta agora e faça o seu dinheiro render de verdade

 

O investimentos no Tesouro IPCA+ é realizado através das instituições financeiras, como o modalmais.

Lembre-se, elas precisam ter autorização para ofertar títulos públicos. Do contrário, você pode ser vítima de fraude.

No modalmais, você investe no Tesouro IPCA+ com segurança. O primeiro passo é abrir a sua conta. O cadastro é simples e rápido. No mesmo dia, já é possível começar.

Depois disso, é só transferir o valor a ser investido para a sua conta no modalmais.

Na plataforma de investimentos, você encontra todos os títulos disponíveis para compra. O horário de negociação é das 9h30 às 18h nos dias úteis.

Mas é possível comprá-los a qualquer momento. Fora desse período, a sua ordem será executada no próximo dia útil.

Conclusão

Comece a planejar o seu futuro a partir de hoje com este título de baixo risco

 

O Tesouro IPCA+ pode ser uma boa alternativa para fazer o seu dinheiro render com ganho real.

Tenha em mente que, mesmo com a inflação em baixa, ela ainda corrói parte do valor do seu capital. Mesmo com a inflação em baixa, ela ainda corrói parte do valor do seu capital.

Então, é essencial se proteger, principalmente se o seu objetivo é de longo prazo, como, por exemplo, comprar um imóvel de R$ 400 mil em 10 anos.

Continue lendo sobre renda fixa com estes outros artigos do nosso blog:

 

 

Com a inflação, daqui há 10 anos, você precisará de mais de R$ 400 mil contabilizados hoje para realizar este sonho.

Enquanto que, com o Tesouro IPCA+, essa jornada poderá ser encurtada por conta dos seus rendimentos.

Portanto, para planejar o seu futuro a partir de agora, você só precisa abrir a sua conta no modalmais.

Aqui, temos à disposição o Tesouro IPCA+ e demais títulos públicos. Na hora da escolha, nosso aplicativo já mostra uma estimativa de quanto o seu dinheiro poderá render até o vencimento.

Obrigado por ler até aqui!