O mercado de opções é muito alavancado, o que pode tornar o risco dessa operação altíssimo, ponto este que pode ser uma ferramenta a favor do investidor se levado em consideração alguns detalhes importantes.

 

A fim de minimizar esse risco, muitos investidores utilizam uma estratégia que chamamos de trava de alta. Por meio dela o investidor limita o seu ganho na troca de também estipular um prejuízo máximo para a operação.

 

O que são travas?

Antes de mostrarmos um exemplo de como funciona a trava de alta, é necessário entender como que se trabalha com travas no mercado de opções.

Trava é um tipo de operação construída com duas ou mais opções com objetivo de maximizar o lucro limitando potenciais perdas.

Quando compramos apenas uma opção, trabalhamos com a opção a seco, isto é, o investidor está expondo todo seu capital investido, e uma  oscilação no preço do ativo no sentido contrário à expectativa pode acarretar um prejuízo que poderia ser minimizado através de uma trava.

 

Operação com opção a seco

Suponhamos que o investidor compre uma opção de compra (call) a seco, com as seguintes informações:

Ativo-objeto PETR4

Cotação mercado a vista $ 30,00

Opção PETRL32

Quantidade 1000

Prêmio $ 0,50

Strike $ 32,00

 

Custo da operação: Q x P = 1000 x $ 0,50 = $ 500,00. 

 

A estratégia tem como objetivo que o preço do ativo-objeto supere o valor do strike somado ao prêmio ($ 32,50) para que seja exercido o direito de compra ou a venda do prêmio da opção ganhando com o spread da operação.

 

Em um outro cenário, se o ativo-objeto se manter abaixo dos $ 32,00, não fará sentido o direito de exercício de compra, e o valor do prêmio da opção poderá chegar a zero (chamamos “virar pó” no jargão de mercado), acarretando um prejuízo total da operação.

 

Como podemos utilizar a trava de alta para essa operação?

 

A trava de alta consiste em comprar uma call At-the-money e vender uma call Out-the-money com a mesma data de exercício.

 

Suponhamos que o ativo PETR4 esteja cotado a $ 30, e considerando também uma expectativa de alta de preço do ativo nos próximos dias. Identificamos através da trava de alta, uma ótima oportunidade para aproveitar essa expectativa trabalhando com um volume financeiro pequeno, e aproveitando a alavancagem desse mercado limitando nosso prejuízo caso a expectativa não se confirme.

 

Como montar uma trava de alta?

Dados da opção

Operação At-the-money:

Ativo-objeto PETR4

Cotação mercado a vista $ 30,00

Opção PETRL32

Quantidade 1000

Prêmio $ 0,50

Strike $ 32,00

 

Custo da operação: Q x P = 1000 x $ 0,50 = $ 500,00.

Total debitado na compra $ 500,00

 

Dados da opção

Operação Out-the-money:

Ativo-objeto PETR4

Cotação mercado a vista $ 30,00

Opção PETRL34

Quantidade 1000

Prêmio $ 0,30

Strike $ 34,00

 

Custo da operação: Q x P = 1000 x $ 0,30 = $ 300,00

 

Total creditado na venda $ 300,00

 

A operação então será estruturada:

Compra de 1000 a $ 0,50 = $ 500,00 – Venda de 1000 a $ 0,30 = $ 300,00

Custo da trava $ 500,00 – $ 300,00 = $ 200,00

 

Ilustração utilizando o gráfico:

Explicação:

 

Identificamos que se o ativo permanecer abaixo dos $ 32,00 teremos um prejuízo  de apenas $ 200,00 (custo da trava).

 

$ 0,50 – $ 0,30 x 1000 = $ 200,00

 

Confirmando a expectativa otimista, se o ativo superar o valor de $ 32,50, e chegue em $ 34,00, teremos um lucro de $ 1800,00.

 

$ 34,00 – $ 32,00 = $ 2,00 x quantidade 1000 = $ 2000 – $ 200 (custo inicial da operação) = $ 1800,00

 

Percentualmente a operação teve uma rentabilidade significativa de 800%.

 

$ 1800,00 – $ 200 (capital investido) = $ 1600,00 (lucro na operação)

$ 1600,00/$ 200,00 = 800% (retorno na operação)

 

Comparando as duas simulações:

O prejuízo máximo da operação com opção a seco seria $ 500,00, que representa 100% do capital inicial. Entretanto, não há limite máximo para a rentabilidade.

O prejuízo máximo da operação com trava seria $ 200,00, que representa 40% do capital inicial. Entretanto, a rentabilidade é limitada a 800%.

A trava de alta nesse caso torna-se muito mais vantajosa, pois possibilita um retorno atrativo diminuindo o risco da operação.

 

Conclusão

Através do artigo supracitado e dos exemplos simulados, notamos que quando trabalhamos com a estratégia de trava podemos obter um lucro significativo minimizando o prejuízo da operação.