Margem Reduzida

Custos baixos e possibilidades de lucros maiores com a Margem Reduzida do modalmais.

Aproveite para operar minicontratos Ibovespa e minicontrato de dólar.

  • A partir de 100,00 para minicontrato Ibovespa.
  • A partir de 150,00 para minicontrato de dólar.

Abra sua conta grátis no modalmais.
Comece hoje sua jornada nos investimentos com a gente.

Ainda tem dúvidas sobre minicontratos?

Confira abaixo as principais dúvidas sobre minicontratos.

O universo dos investimentos é imenso, não faltando opções para você rentabilizar seu capital. No entanto, algumas dessas opções podem parecer pouco acessíveis para o investidor iniciante. Um dos motivos para isso é, por exemplo, a margem de garantia exigida sobre alguns tipos de operações e contratos.

É isso o que acontece com a negociação de contratos futuros – instrumentos de renda variável negociados no mercado futuro da bolsa de valores.

Para aumentar o acesso a este mercado promissor, foram criados os minicontratos, como é o caso do Dólar Mini (WDO) e Ibovespa Mini (WIN).

Os contratos futuros (também conhecidos como Contratos Cheios) representam acordos de compra e venda de derivativos de commodities, índice, taxas de juros e moedas para uma data futura. Ou seja, você está negociando hoje o preço de determinado ativo para vencimento em uma data futuro. Em termos simples, você está negociando as expectativas sobre o preço do ativo no futuro.

Os minicontratos servem a mesma função do contrato padrão. A principal diferença entre eles é o tamanho do contrato, que corresponde a 20% do tamanho do contrato cheio. Assim, sua exposição e alavancagem se tornam menores, permitindo que a margem de garantia exigida seja inferior ao contrato cheio.

  • Alta Liquidez: os minicontratos são ativos de alta liquidez, tendo risco reduzido de não ter contraparte interessada quando desejar movimentar o ativo.
  • Diversificação: você poderá expor seu capital há diversos instrumentos financeiros nesta categoria de ativos.
  • Alavancagem: a margem exigida pela B3 para negociar minicontratos é menor do que o contrato cheio, possibilitando que o investidor consiga alavancar mais seu capital.
  • Baixo custo operacional: taxas sobre minicontratos, tais como corretagem e emolumentos, costumam ser inferiores as tarifas do contrato cheio. Aqui no modalmais, você consegue investir em contratos cheios e minicontratos com corretagem ZERO!

Antes de começar a operar com minicontratos, é importante escolher uma plataforma que atenda aos seus objetivos e necessidades.

Você pode fazer isso observando características, como:

  • Funcionalidades da plataforma
  • Velocidade de envio de ordens
  • Estabilidade entre a corretora e a plataforma
  • Custo da plataforma

Os minicontratos são classificados como investimentos de renda variável, logo, não é possível prever se uma posição será ganhadora ou perdedora e, por isso, você precisa estar ciente dos principais riscos encontrados, que são:

  • Risco de alteração de margem de garantia: é a alteração da margem de garantia, que pode mudar os valores exigidos a qualquer momento, sem aviso prévio. 
  • Risco de ajustes diários: como são precificados diariamente, há dias em que os papéis podem registrar variações negativas.
  • Risco de Oscilação do mercado: notícias, expectativas ou qualquer outro fator podem influenciar o preço dos minicontratos. 

Outro risco importante a ser avaliado para suas operações em minicontratos é a alavancagem.

A Alavancagem permite que você realize operações sem necessidade de todo o recurso financeiro exigido nesta operação, uma vez que seu saldo e garantias em conta são multiplicados, similar a um limite de crédito. Assim, você pode operar com um valor maior do que o disponível em conta, aumentando a possibilidade de ganhos, mas também, elevando sua exposição ao risco e eventuais perdas.

Em sua natureza, as operações em minicontratos são alavancadas. Ou seja, você estará operando instrumentos com valor muitas vezes maior do que o disponível em sua conta.

Embora você possa operar minicontratos com margem reduzida, é importante avaliar o seu grau de exposição ao risco de mercado.