O book de ofertas é uma ferramenta amplamente utilizada por quem investe na Bolsa de Valores. Por meio dele é possível verificar as intenções de investidores na compra e venda dos ativos.

Pensando no grande valor que o book de ofertas possui, nós resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos tudo o que você precisa saber sobre suas funções. Acompanhe!

 

Como funciona o book de ofertas

O book de ofertas tem o seu funcionamento pautado em três pontos principais, sendo eles:

  • preço das ofertas;
  • quantidade que está sendo oferecida;
  • instituição que está fazendo a oferta.

Por meio da leitura dessa ferramenta, o investidor é capaz de identificar as ofertas de compra ou venda de um ativo em cada uma das faixas de preço. Os players compradores que estão no topo do book de ofertas são aqueles que que enviaram ordens com valores mais altos.

É importante ressaltar que as ofertas seguem uma ordem cronológica de envio. Dessa forma, se os preços ofertados nas ordens de diferentes players forem iguais, a visualização dessa oferta estará ordenada da mais antiga para a mais nova. No caso das ordens de vendas, elas são listadas em ordem crescente, com os valores mais baixos aparecendo no topo do book.

Tanto na compra quanto na venda, no caso de ordens de valor idêntico, é considerada a ordem cronológica em que elas foram apregoadas. Nesse contexto, ao fazer a leitura de um book de ofertas, o investidor deve analisar ambas as colunas.

 

Os tipos de books

Depois de entender o conceito e o funcionamento do book de ofertas é necessário conhecer os tipos que existem. Veja quais são eles.

 

Book de Preços 
O book de preços é uma ferramenta que demonstra o total de ofertas que existe por cada faixa de preços, sem indicar o player (corretora) de onde essa ordem foi enviada. Assim, cada linha do book indicará um preço diferente.

 

Book de ofertas

Por outro lado, o book de ofertas é um tipo de livro mais abrangente, isso porque ele demonstra a necessidade de grandes investidores por lotes de ações e outros ativos negociados na Bolsa de Valores.

Com ele é possível monitorar, individualmente, as ordens que foram enviadas por cada grande player. Por exemplo, se clientes da corretora Y enviaram ordens de compra de um total de 300 ações, a R$ 20, essas informações devem aparecer no book: código e/ou nome da instituição, quantidade e preço.

Existe uma especulação sobre a possibilidade de retirarem esse tipo de observação da Bolsa de Valores brasileira. A exemplo do que já acontece em alguns mercados muito maduros, o nome das instituições não apareceria mais e esse monitoramento se tornaria impossível, em um processo denominado de “tela cega”.

Porém, a realidade atual permite o monitoramento dessa informação, tornando a ferramenta ainda mais útil e robusta.

 

Os exemplos práticos da utilização dessa ferramenta

Para ajudar você na hora de analisar o book de ofertas, nós resolvemos oferecer um exemplo prático da leitura dessa ferramenta. Sendo assim, imagine que o investidor “A” tem 100 ações da empresa X e deseja vendê-las a um valor de R$ 10 cada uma, sendo essa a melhor oferta (que tem o valor mais baixo) no lado vendedor – o que deixa a oferta no topo do book.

O investidor “B” quer comprar essas 100 ações, entretanto, ele deseja pagar R$ 8 por cada uma delas, sendo esse o valor mais alto ofertado no lado comprador – o que também deixa a oferta no topo do book.

Nesse caso, se nenhuma das partes, ou seja, dos investidores, está disposta a negociar as ações da empresa “X” a um preço que seja igual ou melhor para ambas, o negócio simplesmente não vai acontecer.

Assim, tanto as ordens do investidor “A”, quanto as do “B”, ficarão na pedra, esperando que outras ofertas levem o preço até o patamar esperado.

Portanto, o investidor pode apregoar o preço que bem desejar pagar ou receber pela compra ou venda de suas ações.

Entretanto, essa simples apregoação não garante que o negócio será concretizado. Nesse sentido, se o preço estiver muito fora do que o mercado está negociando no momento, é possível que a sua ordem não seja executada.

Pode ser que o preço atinja o patamar desejado, no entanto, isso também não garante que a ordem será executada. Isso porque, como explicado anteriormente, outros fundamentos, como a fila (ordem cronológica) serão respeitados.

Vamos imaginar o seguinte exemplo: suponhamos que o investidor “B” deseja comprar as ações a R$ 8, pois identificou um forte movimento de alta durante o pregão. No entanto, o mercado está negociando a R$ 12 essa mesma ação, mas o investidor insiste no seu preço.

Durante alguns dias, ele mantém a ordem apregoada, e finalmente chega o grande dia em que o mercado atinge o nível de preço desejado, no entanto, a ordem não é executada, pois outros players haviam apregoado, antes do investidor B, suas ordens nesse mesmo valor, na mesma quantidade ofertada pelo vendedor.

A outra forma de entrar em uma operação seria enviando sua ordem a mercado. Basicamente, essa é uma forma que o investidor tem de comprar ou vender um ativo no patamar exato em que ele está sendo negociado, visto que a ordem a mercado é enviada a um preço superior (no caso da compra) ou inferior (no caso da venda) ao que está sendo ofertado no topo do book.

Por exemplo, imagine que na faixa de preços de R$ 10 existem 100 ações disponíveis para a venda e outras 100 a R$ 10,01, sendo essas as ofertas que estão no topo do book, no lado vendedor.

Supondo que você envie uma ordem para compra de 200 ações a mercado, você comprará as 100 ofertadas a R$ 10 e as outras 100 ofertadas a R$ 10,01, imediatamente.

Nesse exemplo, você “raspou” — jargão utilizado para indicar que um investidor comprou todos os ativos disponíveis em um nível de preços — as ofertas daqueles outros investidores, garantindo a sua entrada na operação.

 

As formas de encontrar o book de ofertas

O book de ofertas é encontrado tanto em plataformas de negociação profissionais, como em plataformas mais simples, como o próprio Home Broker da corretora ou banco de investimentos onde você tem uma conta.

As plataformas de negociação, no caso, são ferramentas mais utilizadas por traders e investidores mais experientes do mercado financeiro.

Entretanto, nada impede que você, caso ainda seja um investidor iniciante, contrate uma para acompanhar melhor os ativos negociados na Bolsa de Valores. O mais interessante dessa forma de utilizar o book de ofertas é a possibilidade de personalização que existe nas plataformas.

Você pode, por exemplo, colorir instituições, filtrar quantidades de ofertas, abrir várias janelas com filtros diferentes, incluir alarmes, entre outras funções. Além disso, as plataformas de negociação também fornecem uma série de outros recursos muito interessantes, como gráficos, indicadores etc.

 

Veja se vale a pena utilizar o book de ofertas

Afinal, depois de conhecer todos os conceitos que abrangem essa ferramenta, uma pergunta fica no ar: vale a pena utilizar o book de ofertas? Essa é uma das diversas estratégias que existem no mercado financeiro.

O book de ofertas auxilia o investidor a lidar com determinadas negociações no curto prazo, possibilitando uma análise mais dinâmica do mercado, visto que fornece uma visão geral dele.

Assim como qualquer outra ferramenta auxiliar de estratégias de investimento, o book de ofertas não deve ser encarado como uma verdade absoluta no mercado financeiro. Essa é uma ferramenta de interpretação que, aliada a outros fatores, auxilia na tomada de decisões.

Apesar de tantos benefícios, é importante ficar atento a um detalhe específico: os “blefes”. Eles acontecem quando ordens são apregoadas em um nível de preço e canceladas minutos depois, antes que o mercado chegue naquele patamar.

Isso faz com que o investidor acredite que existe uma oportunidade de compra ou venda naquela região. Porém, é preciso ter muito cuidado, pois alguns deles são realizados para enganar o mercado, tentando confundir os investidores e robôs com uma intenção irreal de negociação.

Em outros casos, de fato pode ocorrer uma desistência real de um investidor, retirando uma ordem do book de ofertas. Entretanto, independentemente do motivo que gerou o blefe, é preciso ter muita cautela com ele.

Também vale a pena ressaltar que o book de ofertas é uma parte intrínseca do mercado financeiro há muitos anos, sendo muito importante para ele como um todo.

Como você pôde perceber, o book de ofertas é uma ferramenta que serve de grande auxílio para o investidor fazer as suas aplicações. Ele pode ser utilizado mesmo por aquele que pretende investir a longo prazo e, principalmente, para o trader que faz operações de curto e curtíssimo prazo.

Você gostou deste conteúdo? Então, abra a sua conta no modalmais e veja como utilizar o book de ofertas na prática.

Aproveite e cadastre-se na nossa newsletter gratuita e quando publicarmos mais artigos como este: é só ficar de olho em sua caixa de entrada, pois enviaremos todas as novidades para lá.