Afinal, é melhor fazer compra mensal, semanal ou anual? Essa é uma dúvida muito comum que surge, especialmente, na hora de adquirir produtos ou serviços de consumo, ou seja, aqueles que precisam ser renovados periodicamente.

Contudo, existe uma série de fatores que precisam ser analisados. Entre eles, o vencimento de alguns itens e os métodos de armazenamento daqueles que ficam guardados por mais tempo. Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo.

Nele, respondemos suas dúvidas sobre esse tipo de compra e a periodicidade ideal de cada uma delas. Acompanhe!

 

A importância do planejamento financeiro nesse processo

Antes de qualquer coisa, é importante entender o papel do planejamento financeiro nesse processo. Todo o tipo de compra deve ser analisado com muita cautela, especialmente quanto à sua necessidade.

Independentemente de sua situação financeira atual, gastar a sua renda desordenadamente pode causar grandes prejuízos em sua vida. O mundo está repleto de histórias de pessoas que perderam tudo por simples descuidos com o planejamento financeiro.

Para os que não foram agraciados com grandes fortunas — o que representa a maioria da população —, esse cuidado deve ser redobrado, principalmente com relação ao consumo. Ele pode ser o principal responsável pela falta de dinheiro nas famílias.

Contudo, é impossível sobreviver no mundo sem gastar seus recursos. Os seres humanos têm necessidades que demandam o emprego de valores. E é justamente nesse aspecto que entra a importância do planejamento financeiro.

Todo o dinheiro que entra na sua conta deve ser contabilizado, da mesma forma que as saídas. Você precisa aprender a fracionar o que será utilizado para o consumo básico, hobbies, lazer e principalmente, investimentos.

Ao fazer isso, o dinheiro deixará de ser um problema e passará a fluir naturalmente em sua vida. Por outro lado, quem não faz isso corre um sério risco de ter problemas com endividamento, além de não conseguir construir uma vida financeira tranquila no futuro.

 

A avaliação da periodicidade das compras

Entendida a importância do planejamento financeiro para ter um consumo dentro da sua realidade, passaremos a discorrer sobre as dúvidas relacionadas a compras mensais, anuais ou semanais.

Quanto a isso, é preciso avaliar um aspecto importante que é o tipo de produto ou serviço que está sendo adquirido. Quando se trata de assinaturas ou serviços que demandam o pagamento de mensalidade, quase sempre vale mais a pena optar por planos anuais.

Isso porque o valor pago nessas operações costuma ser menor. Por exemplo, um serviço que demande um pagamento mensal de R$ 120 e possa ser contratado em um plano anual por R$ 1 mil, representaria uma economia  de R$ 440 para o usuário.

Pode parecer pouco, mas imagine o valor economizado em cada serviço que você contratou ao longo do ano. Para inflar um pouco mais a conta, imagine que esse montante poderia ser multiplicado ao investir em um ativo de renda variável, por exemplo.

Consegue perceber o quanto você pode estar perdendo? Por outro lado, existem casos em que é impossível fazer uma compra anual. É o caso dos alimentos, produtos de limpeza e muitos outros vendidos em supermercados.

Nesse caso, muitas pessoas optam pelas compras semanais. O que pode ser um erro, tendo em vista que são adquiridas quantidades fracionadas de um mesmo produto. Outros, por outro lado, apostam nas compras mensais.

Nesse caso, reúnem todo o quantitativo de itens necessários para passarem todo o mês e fazem apenas uma compra. Obviamente, alguns produtos podem ser adquiridos ao longo das semanas, especialmente os que têm uma data de validade apertada.

Contudo, a parte volumosa pode ser adquirida em grandes quantidades. Discorreremos com mais detalhes sobre esse aspecto no próximo tópico.

 

As vantagens de fazer a compra mensal

Entendidos os principais aspectos sobre fazer compra mensal ou semanal, mostraremos as vantagens que a primeira opção pode proporcionar. Continue lendo!

 

Comprar um volume maior

A primeira grande vantagem de fazer uma compra mensal é a possibilidade de adquirir produtos em maior volume. Desse modo, você tem a oportunidade de negociar preços mais interessantes com um supermercado ou outro fornecedor de produtos.

Inclusive, existem pessoas que moram em cidades do interior que se dirigem até a capital do seu estado para aproveitar ofertas de grandes redes atacadistas. Geralmente, essas empresas oferecem bons descontos na compra de itens com quantidades maiores.

Afinal, eles comercializam seus produtos para os supermercados das pequenas, médias e grandes cidades. Nesse caso, é muito importante ter atenção à data de validade desses produtos e ao volume utilizado na sua casa.

Afinal, não adianta nada adquirir itens em quantidade para economizar e acabar perdendo uma parte.

Além disso, é imprescindível considerar o custo com o deslocamento. Isso pode ajudar você a decidir se vale a pena realmente viajar para outra cidade, bairro ou mesmo se compensa deslocar-se semanalmente para a compra de itens que poderiam ser adquiridos mensalmente.

 

Aproveitar oportunidades

Outra vantagem interessante de fazer a compra mensal é a possibilidade de aproveitar oportunidades pontuais. Ao longo do ano, muitos supermercados fazem promoções ou oferecem condições diferenciadas para compras em grandes quantidades.

Ao optar por fazer compras mensais, você também pode beneficiar-se desses momentos, aproveitando para fazer bons negócios com seus fornecedores.

 

Aproveitar oscilações de preços

Outra dica que pode ajudar você a avaliar se é mais vantajoso comprar semanal ou mensalmente, diz respeito à possibilidade de aproveitar as oscilações de preços que podem ocorrer sazonalmente.

Por exemplo, períodos mais chuvosos tendem a reduzir a procura por determinados produtos. Assim, o seu preço pode ser reduzido. Nesse caso, você aproveita esses momentos para adquirir quantidades maiores de determinados itens, especialmente os que não são perecíveis.

Porém, é importante ter em mente que o contrário também existe. Ou seja, existem momentos de sazonalidade que elevam o preço de alguns produtos. Nesse caso, você também precisa programar-se para evitar adquiri-los durante esses períodos.

Assim, pode comprar esses produtos no mercado local e em quantidades reduzidas. Depois que o mercado voltar à normalidade, volta a adquirir em grandes volumes para suprir toda a necessidade mensal.

Por fim, é fundamental saber determinar uma periodicidade saudável para suas compras recorrentes, para, assim, manter um orçamento equilibrado. Dessa forma, é possível evitar o endividamento que tanto preocupa as pessoas que iniciam sua jornada no universo dos investimentos.

Gostou das dicas deste artigo? Então, assine a nossa newsletter. Dessa forma, você não perderá nenhuma nova postagem que fizermos a partir de agora.