O evento virtual mais esperado do ano, apresentado por Andrezza Baltrukonis e Leandro Martins, o Trader Experience, trouxe até você o criador do canal Ganhando a Vida Adoidado, Ricardo Brasil, que é especialista em estratégias com IPO e Long & Short.

E é claro que, para explicar sobre a principal estratégia envolvendo uma Oferta Pública Inicial – do inglês Initial Public Offering (IPO) –, é preciso inicialmente explicar do que se trata esse evento na Bolsa de Valores.

É por isso que nós convidamos você a participar dessa jornada de aprendizado. Vem com a gente nessa breve leitura, e conheça tudo o que você precisa para conquistar um espaço de sucesso nessas operações.

 

IPO e a vida de trader

Antes de iniciar a leitura, talvez você tenha se perguntado “como um IPO pode ser benéfico para os traders?”. E podemos dizer que a resposta é mais simples do que você imagina: há inúmeras estratégias e oportunidades nesse universo da renda variável, inclusive em eventos como os IPOs.

A principal delas é com a flippagem, um jargão de mercado que, basicamente, se refere a uma operação onde o trader faz uma reserva em determinado IPO, mas não mantém o ativo em carteira por muito tempo: logo nos primeiros dias de negociação em Bolsa de Valores – ou mesmo no primeiro –, a venda é realizada.

Sabendo que há oportunidades de realizar operações de curtíssimo prazo a partir de uma reserva em IPO, você já deve estar interessado em conhecer mais sobre esse evento, certo? É por isso que nessa palestra, Brasil explica como e porque incluir essa operação em suas estratégias de trader.

Só em 2018, Brasil já acumulava mais de R$ 5 milhões em lucro bruto com essas operações, desde que iniciou nessa carreira de “flipper”, em 2006. Até hoje, seus maiores rendimentos com flippagens foram resultados das operações em Hapvida (HAPV3), NotreDame Intermédica (GNDI3) e a mais recente em Petz (PETZ3), como ele menciona na palestra.

 

Afinal, por que conhecer o IPO?

Conhecer um IPO vai muito além de saber apenas que esse evento representa a abertura de capital de uma empresa, na Bolsa de Valores, ou seja, que ela está abrindo portas para que investidores comuns possam se tornar acionistas de seu negócio.

Conhecer o evento em si já traz consigo algumas regras básicas, como o fato de que você deve ler o prospecto, independentemente de que você pretenda ficar com os papéis por um longo período ou flippar. Conforme orienta Brasil, no prospecto você conhecerá fatores básicos – dos quais ele menciona na palestra – que indicarão se vale a pena ou não participar da oferta.

Para ficar por dentro de tudo o que rolou nessa palestra, assista agora na íntegra:

 

Faça parte do Banco do Investidor, abra a sua conta no modalmais e desfrute de todas as vantagens que um banco de investimentos moderno pode proporcionar.

Nova call to action