O Itaú é uma das maiores e mais conhecidas instituições bancárias do Brasil. Mas apesar do grande porte no mercado bancário, tornar-se acionista da empresa não é algo inacessível para pequenos investidores, mesmo que pessoas físicas.

Ficou com curiosidade para saber mais sobre como funciona o investimento nessa empresa? Então, confira este artigo e conheça um pouco mais sobre as ações do Itaú na Bolsa de Valores.

 

O que são ITUB3 e ITUB4?

O ITUB3 e o ITUB4 são os códigos que representam o Itaú Unibanco S.A. na Bolsa de Valores brasileira. Mas você sabe quais são as diferenças entre as duas codificações? Basicamente, elas definem as ações preferenciais e ordinárias da companhia. Vamos explicar melhor cada uma delas, acompanhe!

 

ITUB3

Esse é um código que, quando terminado na numeração 3, é utilizado para identificar as ações ordinárias da empresa na Bolsa de Valores. Os investidores que são proprietários desses ativos em suas carteiras de investimento, têm participação nas decisões da empresa.

Ou seja, eles podem participar das assembleias realizadas e têm poder de votar nas deliberações que serão adotadas pela companhia. Vale lembrar que a influência de seu voto será sempre proporcional à quantidade de ações que você tiver em carteira.

 

ITUB4

Por outro lado, há também as ações preferenciais, que são representadas pelo código ITUB4.Os investidores que adquirem esses papéis têm preferência na hora de receber os dividendos da empresa. Porém, não têm qualquer interferência na administração da companhia, não tendo direito a voto em assembleias, exceto em caso de:

  • alteração de tal regra no estatuto social da companhia;
  • não-pagamento de proventos remuneratórios aos acionistas preferenciais por mais de três anos (sendo essa alteração na regra, uma determinação legal).

 

Quais são os números mais recentes do banco Itaú?

O mercado bancário é um dos prediletos de muitos investidores experientes. Afinal, estamos tratando de um setor muito importante para a economia de nosso país e que possui instituições extremamente sólidas, lucrativas e que já atuam no mercado há décadas.

O Itaú é uma dessas organizações. E isso fica bem claro ao analisarmos os números que a empresa vem apresentando nos últimos anos.

Dados mais recentes mostram que o banco Itaú teve um lucro de R$ 18,5 bilhões somente no ano de 2020. Se observarmos mais de perto, dando atenção aos dados trimestrais, o lucro líquido do quarto trimestre – superior ao do trimestre anterior –, indica uma tendência de recuperação da empresa frente ao grande impacto econômico decorrido no ano de 2020.

Parte desse resultado foi atribuído ao aumento da carteira de crédito total da instituição. Esse produto da companhia alcançou cerca de R$ 869 bilhões em dezembro do ano de fechamento dos dados.

A mesma publicação também apontou as projeções para o ano de 2021. O banco espera um crescimento entre 5,5 e 9,5% na carteira de crédito do grupomargem financeira obtida de seus clientes tem uma estimativa de aumento de 2,5%.

Nesse sentido é necessário destacar a projeção do custo do crédito. Esse montante é formado pelas suas próprias despesas administrativas, margem financeira, tributos e, principalmente, a inadimplência.

A expectativa é que esse valor fique na faixa dos R$ 24 bilhões. No ano anterior, esse montante atingiu R$ 30 bilhões.

Em resumo, os números do banco Itaú demonstram que, assim como outras instituições bancárias, ele também foi fortemente atingido pela crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus. No entanto, eles também mostram uma recuperação sadia, o que anima bastante os investidores. Consequentemente, espera-se que a companhia seja capaz de continuar se recuperando com o passar dos meses.

 

Qual o cenário atual da cotação das ações do banco Itaú?

No final de abril de 2021, as ações preferenciais (ITUB4) do banco Itaú estavam próximas ao valor de R$ 28, enquanto que as ordinárias, estavam cotadas próximas ao valor de R$ 25.

A companhia foi uma das centenas de empresas afetadas pelo derretimento das ações que aconteceram entre março e abril de 2020, ocasionado pela Covid-19. Mas como podemos observar, conseguiu se reerguer ao longo dos meses.

Um detalhe interessante que você deve observar é que a divulgação dos números da empresa no ano de 2021 não provocou uma oscilação positiva no valor dos papéis da companhia.

Na realidade, ocorreu um efeito contrário e o ativo desvalorizou quando os dados foram publicados. Um dos motivos prováveis para isso é que o banco Itaú teve resultados piores do que os esperados, apesar de, não necessariamente, terem sido ruins.

 

Como funciona a distribuição de dividendos?

Quando você ingressa no mercado acionário existem duas formas de rentabilizar o seu capital. Uma delas é vendendo as ações por um preço superior ao que comprou. A outra é por meio do recebimento de proventos, o que inclui os dividendos.

Basicamente, eles são uma parcela do lucro da empresa que é distribuído para os acionistas de acordo com o percentual de representação que eles têm no patrimônio total da empresa. Para ter direito a esse recebimento, um investidor precisa ter adquirido as ações e as mantido em carteira até uma data determinada pela companhia.

A distribuição mais recente ocorreu entre abril e maio de 2021. Nesse sentido, como você está estudando sobre a aquisição de ações da companhia, é provável que tenha ficado de fora dessa distribuição.

No entanto, você pode ficar atento às próximas distribuições e data limite para negociação dos ativos que darão direito a elas, no site da B3 ou na página de relações com investidor do Itaú.

 

Vale a pena investir no banco Itaú?

Diversos fatores devem ser avaliados antes de decidir se vale a pena ou não investir em ações do Banco Itaú. Vale lembrar que, além dos recentes resultados divulgados pela empresa, deve-se levar em consideração os seus objetivos e alinhá-los com a realidade da empresa e as expectativas para o futuro dela.

Conhecer bem a empresa que você está inserindo em sua carteira de investimento, evita frustrações com aplicações nessa e em ativos de qualquer outra companhia.

Entretanto, além de conhecer fatos relacionados à empresa é importante avaliar alguns pontos que estão mais relacionados ao seu perfil individual como investidor. No próximo tópico, discorreremos sobre esses detalhes e mostraremos na prática como comprar ações do Itaú.

 

Como investir em ITUB3 e ITUB4?

O processo de aquisição de papéis de qualquer tipo de empresa na Bolsa de Valores é muito simples. Basicamente, são quatro passos práticos que você deve adotar. Veja quais são eles:

  • abrir uma conta em uma corretora ou banco de investimentos;
  • enviar recursos para ela por meio do PIX ou TED;
  • selecionar o código da empresa no home broker da plataforma de investimentos;
  • digitar a quantidade e por fim, enviar a ordem de compra.

Vale a pena ressaltar que assim como outras empresas que têm as suas ações disponíveis na Bolsa de Valores, o  Itaú também permite a aquisição de papéis em uma quantidade inferior ao lote padrão — que é de 100 ações.

Para fazer isso, você deve inserir a letra F depois do código. Ela se refere ao mercado fracionário, que permite que o investidor compre um número menor de ações – de 1 a 99.

Para finalizar este conteúdo, mostraremos três pontos que você deve avaliar antes de adquirir os papéis de qualquer empresa. Veja só!

 

Objetivos financeiros

Primeiramente, é crucial que você defina seus objetivos financeiros de curto, médio e longo prazo. Nesse caso, é necessário determinar quais deles podem aguardar um tempo para serem realizados e quais os seus compromissos mais próximos ou frequentes. Dessa forma, você saberá escolher com mais precisão, investimentos indicados para cada prazo.

Por isso, antes de fazer qualquer aquisição, é importante que você tenha em mente qual valor será destinado para os seus investimentos.

 

Perfil de investidor

Tanto o tópico mencionado anteriormente quanto este são considerados clichês por muitas pessoas que estudam sobre o mercado. Entretanto, a definição de seus objetivos e do perfil de investidor é um dos principais pontos a serem considerados, antes de se ingressar no mercado financeiro.

Nesse caso, é importante entender que, por mais que o banco Itaú seja uma instituição sólida, a negociação de suas ações ocorre no mercado de renda variável. Logo, lidaremos com riscos, independentemente de qual seja o porte e o histórico passado da instituição.

Nesse sentido, é preciso que você conheça seu perfil, entenda o quanto está disposto a expor-se ao risco e tenha objetivos claros para seus investimentos. É importante que você determine, também, o horizonte de investimento para cada aplicação, considerando necessidade e objetivos de curto, médio e longo prazos.

Voltando para o objetivo deste tópico, agora você conhecerá um pouco mais sobre os três perfis de investidor existentes no mercado. O primeiro deles é o moderado. Nesse perfil, o investidor aceita expor-se a maiores riscos, com o objetivo de melhorar a performance de sua carteira, mas, ainda assim, mantém boa parte de suas aplicações em ativos de baixo risco.

O outro perfil é o conservador. Nesse perfil, a pessoal dificilmente irá investir na renda variável, pois o seu apetite ao risco é extremamente pequeno e ele prefere centralizar os seus recursos em aplicações que ofereçam baixo risco.

Do outro lado, há o perfil de investidor arrojado. É importante não confundir esse perfil com pessoas aventureiras, que acreditam que estão em um mercado de aposta para ganhar dinheiro fácil. Na verdade, esse perfil não tem nenhuma relação com isso que acabamos de mencionar.

O investidor arrojado é aquele que, em geral, tem um conhecimento mais aprofundado sobre o mercado. Ele se dedica bastante ao estudo sobre os ativos em que costuma investir e sabe plenamente qual é o risco inserido em cada aplicação que realiza. Assim, admite correr maiores riscos se existem grandes chances de obter bons retornos.

 

Planejamento e estratégia

Por fim, é fundamental que você tenha um planejamento e uma estratégia de investimentos muito bem definidos.

É preciso saber o momento certo de entrar em uma aplicação ou comprar ações de uma empresa. Afinal, o objetivo de todo esse estudo é vender as ações mais caras do que o preço de compra. Nesse sentido, é preciso saber quais são os momentos ideais para fazer a aquisição dos papéis e evitar entrar na operação quando o preço do ativo estiver considerado “caro”.

Por isso, especialmente se você é um investidor iniciante, vale a pena contar com a ajuda de um profissional. Algumas corretoras e bancos de investimentos disponibilizam esse tipo de serviço de assessoria para os seus clientes, o que permite a você, ter acesso a uma estratégia profissional.

Em seu planejamento estratégico, você também deve atentar-se à diversificação do seu capital. Ter uma carteira devidamente diversificada fraciona os seus riscos e possibilita o aproveitamento de diversas taxas de rentabilidade de ativos distintos.

Com as dicas que mencionamos neste conteúdo, você já tem boas informações para começar a estudar sobre o assunto e, se decidir investir na empresa, saber a hora certa para isso.

Gostou do conteúdo? Que tal espalhar estas informações para mais pessoas? Para fazer isso, compartilhe este artigo em suas redes sociais. E para não perder nenhum novo conteúdo, assine nossa newsletter gratuita.