As ações preferenciais são conhecidas pelo pagamento de dividendos atrativos aos seus detentores.

Elas costumam fazer parte de carteiras que visam formação de renda para objetivos, como alcançar a independência financeira, atingir o primeiro milhão e aposentadoria.

Por outro lado, as ações preferenciais têm menor poder de influência sobre o futuro das empresas em relação ao papéis ordinários.

Desta forma, é fundamental conhecer as diferenças entre os tipos de ações disponíveis no mercado.

Assim, você poderá definir a proporção que as ações preferenciais devem ocupar na sua carteira. Afinal, quem não gosta de uma renda passiva?

Com os juros baixos da economia, a Bolsa de Valores tem se tornado mais atrativa. Então, este tende a ser o momento perfeito para diversificar com a renda variável.

Por isso, preparamos este guia completo sobre as ações preferenciais. Aqui, você aprenderá dicas matadoras de como investir para lucrar com dividendos a partir de agora.

 

Hoje falaremos sobre:

 

  • O que são as ações preferenciais?
  • Como as ações preferenciais funcionam?
  • Vantagens e desvantagens das ações preferenciais
  • O que são ações ON ou PN?
  • Qual ação paga dividendos ON ou PN?
  • Melhores ações preferenciais
  • Percentual de ações ordinárias e preferenciais
  • Exemplos de ações preferenciais
  • Por que investir em ações preferenciais?

 

Boa leitura!

O que são as ações preferenciais?

Estes papéis representam formas de lucrar ainda mais na renda variável

 

Elas são pequenas partes do capital social de uma empresa exposta na Bolsa de Valores. Ao adquirí-las, você se tornará sócio do negócio.

Além disso, as ações preferenciais oferecem prioridade no recebimento de proventos, como dividendos e JSCP (Juros Sobre Capital Próprio).

Como as ações preferenciais funcionam?

As ações preferenciais são regulamentadas pela Lei das Sociedades Anônimas. Para uma empresa emiti-las, a empresa precisa oferecer algumas destas vantagens aos acionistas:

 

  • Recebimento de 10% a mais em dividendos do que as ações ordinárias;
  • Oferecer dividendo mínimo sob forma de parte dos lucros, do patrimônio ou de um valor fixo.

 

Note que possuir ações preferenciais na carteira pode ser bastante vantajoso, principalmente em grandes quantidades.

Considere que os papéis ordinários da empresa X pagam R$ 1 de dividendos e você tem 1 mil deles, o que representa R$ 1 mil de retorno.

Digamos que as ações preferenciais oferecem R$ 1,20 em proventos. Então, o resultado seria R$ 1,2 mil ou 20% a mais de renda no seu bolso.

Vantagens e desvantagens das ações preferenciais

Os papéis PN podem ser mais caros do que os ON

 

As ações preferenciais oferecem o direito aos acionistas em receber, pelo menos, 25% do lucro líquido ajustado do exercício, como, por exemplo, no ano ou no trimestre.

Sem contar que elas têm prioridade no repasse. Assim, os papéis ordinários tendem a receber uma fatia menor dos resultados.

Por outro lado, as ações preferenciais não têm direito de voto nas assembleias da empresa. Então, os seus detentores ficam sujeitos às decisões tomadas pelos votantes.

Mas, em caso de falência da companhia, os papéis ordinários não são prioritários no reembolso do capital.

Enquanto isso, as ações preferenciais têm mais chances de recebê-lo na fase de liquidação do negócio.

Caso uma empresa fique sem pagar dividendos por mais de dois anos consecutivos, esse tipo de papel ganha direito de voto nas assembleias.

Além disso, as ações preferenciais costumam oferecer maior liquidez, ou seja, volumes de negociação maiores.

Então, a conversão delas em dinheiro tende a ser rápida, o que pode ser positivo em estratégias de curto prazo.

Por fim, esses papéis contam com a garantia de participação em OPA (Oferta Pública de Aquisição).

Assim, você pode aproveitar a oportunidade para comprar mais ações preferenciais por preços atrativos.

O que são ações ON ou PN?

Atente-se aos tickers de negociação da Bolsa de Valores

 

As ações preferenciais também podem ser identificadas pela sigla PN. Já as ordinárias são ofertadas pela sigla ON.

O que são ações ordinárias?

Elas também são frações do capital social de empresas listadas na Bolsa de Valores.

As empresas que participam do Novo Mercado da B3 podem ter apenas ações ordinárias.

Ele é conjunto das companhias de maior nível de governança.

Além disso, esses papéis possuem direito ao voto nas assembleias de acionistas. Então, é possível influenciar no futuro das empresas.

Como saber se uma ação é preferencial ou ordinária

As ações preferenciais são ofertadas com final 4, 5, 6, 7 ou 8. As mais comuns possuem final 4, por exemplo, PETR4, que são as PNs de Petrobras.

Basicamente, esses papéis podem ser subdivididos em classes:

 

  • Ações preferenciais classe A: possuem final 5, que representa o recebimento de dividendo mínimo;
  • Ações preferenciais classe B: terminam em 6, que corresponde ao pagamento de proventos fixos ou pré-estabelecidos.

 

As classes C (final 7) e D (final 8) não possuem diferenças claras. Nesse caso, vale analisar a política de proventos adotada pela empresa.

Já as ações ordinárias podem ser facilmente reconhecidas porque possuem apenas o final 3, por exemplo, AMAR3.

O que é melhor: ações preferenciais ou ordinárias?

Na verdade, isso depende dos seus objetivos como investidor. Tenha em mente que as ações preferenciais costumam ser recomendadas para investimentos de longo prazo.

Isso porque, quanto maior a quantidade possuída, mais proventos você pode receber, ou seja, é dinheiro no seu bolso.

Já as ações ordinárias tendem a ser boas opções para acompanhar o futuro da empresa. Lembre-se de que elas são as mesmas dos controladores.

Porém, é preciso considerar de que esses papéis não dão direito ao veto em decisões.

Assim, você pode votar nas assembleias, mas o poder de influência depende do capital investido na companhia.

O tag along também deve ser considerada na hora de decidir entre ações preferenciais ou ordinárias.

Ela significa que, caso o controle da empresa seja vendido, você receberá um percentual do valor de mercado dos papéis na data do anúncio.

Considere que você possui ações com tag along de 100% e houve a troca de controlador, e as ações preferenciais fecharam o dia em R$ 20.

Então, o novo controlador deverá lhe pagar os mesmos R$ 20 por papel.

Geralmente, o ideal é optar por aquelas que possuam maior tag along. Assim, é possível estar protegido de surpresas no futuro.

Por fim, nada impede de ter uma carteira composta por ações preferenciais e ordinárias.

Dessa forma, você pode receber uma renda passiva e estar próximo das decisões dos controladores.

Qual ação paga dividendos ON ou PN?

Ambos os ativos podem pagar dividendos. A diferença é que as ações preferenciais têm direito e prioridade de recebimento.

Então, caso uma empresa utilize todo o capital disponível para os proventos das PNs, os papéis ordinários têm possibilidade de ficarem sem nada.

Melhores ações preferenciais

Geralmente, os papéis preferenciais favoritos são os que possuem maior dividend yield, ou seja, pagam elevado percentual de proventos.

Um estudo realizado pela Economática traz a projeção das melhores vacas leiteiras ou ações PN para você investir em 2020. Confira:

Um estudo realizado pela Economática traz a projeção das melhores vacas leiteiras ou ações PN para você investir em 2020.

Ações com maiores dividend yields em 2020 – Fonte: Economatica em 03/03/2020

 

Note que boa parte das ações preferenciais da tabela podem pagar proventos superiores à taxa Selic.

Então, é possível fazer o seu dinheiro render com dividendos tanto quando em um ativo de renda fixa, como Tesouro Direto, LCI e LCA.

 

Percentual de ações ordinárias e preferenciais

O ideal é compor uma carteira diversificada

 

Na Bolsa de Valores, não há uma fórmula mágica para fazer o seu dinheiro render.

Portanto, o proporção entre ações preferenciais e ordinárias varia de acordo com o investidor.

Nem sempre a carteira do seu amigo é a ideal para você. Então, o segredo é investir em conhecimento para investir melhor.

Além disso, é importante saber onde você quer chegar. Assim, fica mais fácil definir o percentual de ações preferenciais e de ordinárias que deve fazer parte do seu portfólio.

Caso o seu desejo seja montar estratégias para ganhar com a cotação, é recomendável priorizar os papéis ON.

Já se você busca investimento de longo prazo, as ações preferenciais podem ser boas alternativas.

Para estratégias de curto prazo, como o day trade, esses papéis também tendem a trazer mais vantagens.

Isso porque, quando uma empresa emite ações preferenciais e ordinárias, há maior proporção de PN no free-float, ou seja, disponível na Bolsa de Valores.

Já os papéis ON costumam ficar apenas com os controladores, ou seja, são menos negociados e tendem a apresentar maior volatilidade.

As ações preferenciais podem ter maior linearidade e acompanhar a evolução da empresa, o que é positivo para ganhar no médio e longo prazo.

Exemplos de ações preferenciais

Agora que você já sabe como identificar as ações preferenciais, trazemos alguns exemplos de papéis PN que fazem parte do índice Ibovespa. Veja:

 

  • AZUL4 – Azul
  • BBDC4 – Bradesco
  • BRAP4 – Bradespar
  • CMIG4 – Cemig
  • ELET6 – Eletrobras
  • ITSA4 – Itaúsa
  • USIM5 – Usiminas

Por que investir em ações preferenciais?

A diversificação é o segredo do sucesso dos maiores investidores

 

Investir na Bolsa de Valores é um marco na vida de qualquer pessoa. As ações preferenciais podem ser boas escolhas para começar.

Com os juros baixos, chegou a hora de procurar por novas alternativas para fazer o seu dinheiro render.

Porém, investir na renda variável consiste em maiores riscos, principalmente por conta das oscilações de curto prazo.

Uma dica é alocar o seu capital em diversos ativos, como em ações preferenciais, ativos de renda fixa e câmbio.

Essa forma de investir é conhecida como diversificação. Assim, você pode lucrar mais e diluir os riscos.

Além disso, o ideal é priorizar ativos de empresas com bons fundamentos e que gerem retorno aos seus acionistas.

As ações preferenciais podem ser a forma mais visível e rápida de receber parte dos lucros das companhias.

Com a recuperação da economia, as empresas tendem a reportar resultados melhores do que os dos anos anteriores.

Desta forma, ao investir em ações preferenciais, você pode ganhar com dividendos e com a valorização dos papéis na Bolsa de Valores.

Na hora escolher os papéis, priorize aqueles que possuem dividend yield maior ou igual à taxa Selic.

Isso significa que os rendimentos das suas ações preferenciais serão próximos de 100% do CDI.

Caso as cotações se valorizem, a tendência é que o seu retorno seja maior do que em um investimento de renda fixa.

Para começar a investir em ações preferenciais, você só precisa abrir a sua conta no modalmais agora mesmo.

Aqui, você opera com segurança e rentabilidade. Além disso, pode acompanhar os dividendos provisionados diretamente na sua plataforma de dividendos.

 

Caso ainda tenha dúvidas sobre quais ações preferenciais escolher, é possível investir através da nossa Carteira Recomendada de Dividendos da Lopes Filho.

 

Trata-se de um portfólio com as melhores vacas leiteiras da Bolsa de Valores. O seu objetivo é superar a rentabilidade do CDI.

O melhor de tudo é que todos os clientes do modalmais têm acesso livre à esta carteira e investem nas ações que desejarem.

Portanto, se você é iniciante, está pode ser a opção perfeita para fazer o seu dinheiro render de verdade.

Conclusão

Nossa carteira recomendada de dividendos pode ajudar o seu patrimônio a crescer mais

 

As ações preferenciais costumam ser as favoritas dos investidores que buscam formação de renda através da Bolsa de Valores.

A maioria delas paga proventos de forma recorrente, por exemplo, a cada três meses. Então, é possível investir para criar um fluxo de dividendos mensais na sua carteira.

Assim, você pode reinvesti-los nas mesmas ações preferenciais e fazer o seu patrimônio crescer ainda mais.

Caso o seu objetivo seja viver de renda ou aposentadoria, esse tipo de papel tende a ser uma escolha assertiva.

Continue a aprender sobre Bolsa de Valores com estes outros artigos do nosso blog:

 

 

No mercado brasileiro, as ações preferenciais que mais costumam a pagar dividendos são as do setor financeiro, como os bancos e seguradoras.

Em 2019, as principais instituições repassaram R$ 52 bilhões em proventos aos acionistas, o que representa 26% a mais do que em 2018.

A tendência é de que as ações preferenciais continuem altamente procuradas pelos investidores, principalmente com a melhora da economia.

Portanto, este pode ser o momento ideal para você começar. Para isso, basta abrir a sua conta no modalmais agora mesmo.

Aqui, você terá à disposição um home broker completo e a nossa incrível Carteira Recomendada de Dividendos.

Então, não espere até o próximo recorde da bolsa para começar. A hora de começar é agora!

 

Obrigado por ler até aqui!