Setup é o desenvolvimento de uma estratégia para traders, que serve como base para a tomada de decisão de compra ou venda de um ativo.

Em resumo, é uma forma do trader automatizar a operação, evitando cair em decisões emocionais. Assim, ao desenvolver um setup funcional que dá o retorno esperado, ele pode replicar o método para todas as suas operações.

Existem setups que se aplicam bem para o day trade, outros que podem ser utilizados para operações mais longas. Para entender melhor sobre isso, continue sua leitura.

Leia também: Day Trade: O Guia Para Iniciantes.

Boa leitura!

 

O que é setup?

Setup é um conjunto de critérios definido pelo trader para orientar a entrada ou a saída de uma operação.

Setup é um conjunto de regras utilizado pelo trader que tem como objetivo orientar a tomada de decisão.

Setups não se criam, eles são encontrados. Ou seja: você desenvolve uma leitura e estabelece critérios que apoiem a entrada ou a saída de uma operação. Essas regras podem ser variadas conforme a sua preferência de operação.

 

Podem ser utilizados, por exemplo:

 

  • Rompimento de níveis de resistência;
  • Rompimento de níveis de suporte;
  • Cruzamento de médias móveis;
  • Padrões de candles;
  • Padrões de gráficos;
  • E muito mais.

 

Ter critérios para apoiar a decisão de compra ou venda de um ativo é fundamental para orientar o trader, evitando que o emocional tome conta ao menor sinal de volatilidade do mercado.

Se você opera day trade ou swing trade, deve saber que a emoção jamais deve sobressair. Afinal, são operações de risco, com alta velocidade de movimento de mercado e que exigem um importante olhar racional e técnico.

 

Os 3 setups matadores do day trade

Nessa live gravada e disponível no canal do modalmais, no Youtube, Leandro Martins revela os 3 setups matadores para operar day trade utilizando canais.

Esses setups também podem ser aplicados no swing trade.

Canais de preço são uma forma dinâmica e simples de identificar pontos de oportunidade, além de mostrar onde colocar o seu stop loss. São definidos por duas linhas de tendência paralelas, onde a linha superior conecta os topos do gráfico, e a inferior conecta os fundos.

Quando utilizamos canais de tendência de preço, podemos operar com três setups diferentes: utilizando a alta e a baixa, utilizando os canais laterais ou, ainda, identificando e operando o pivot point.

Vamos explicar cada um agora:

 

Como operar canais de alta e baixa

Canais de preço ascendentes são considerados canais de alta, pois mostram que a tendência daquele ativo é subir os preços.

Nesse caso, a estratégia do trader será a de compra do ativo quando o preço atingir a linha de suporte do canal (a linha de fundo). A partir desse ponto, enquanto o preço seguir avançando entre a linha de tendência primária e a paralela, você terá o ativo em alta.

Se o preço romper a linha primária de tendência, você terá uma reversão: ou seja, aquele ativo deixa de ter uma tendência de alta, e passa para uma tendência de baixa.

A lógica para operar canal de baixa, é o inverso: você vende o ativo quando o preço atingir o pico de resistência da linha de tendência.

 

Como operar laterais

Nem sempre quando o preço sobe ou desce ele estará fazendo um movimento de tendência. A esse fenômeno damos o nome de lateral: é como se o preço estivesse andando de lado, subindo o mesmo tanto que está descendo.

Para operar laterais, você não pode agir como na operação por tendência, ou você correrá o risco de perder muito dinheiro. Assim, você deve comprar próximo dos fundos e vender próximos dos topos.

 

Como operar o pivot

O ponto pivot informa os níveis de suporte e resistência de um preço. É a partir do pivot que uma cotação pode sofrer uma reversão, mudando o sentido para uma tendência de alta ou de baixa.

O trader pode usar o pivot para identificar o melhor momento para entrar ou sair de uma operação, ou para posicionar o seu stop loss.

 

Setup baseado em média móvel

No vídeo acima, também disponível no canal de Youtube do modalmais, uma forma de analisar as negociações é utilizar o chamado Renko para day trade utilizando um setup básico, com médias móveis.

A média móvel é um indicador que mede o valor médio de preço comum do ativo. Geralmente representado por uma linha, ela serve como base para identificar a tendência de preço e as oportunidades de entrada e saída da operação.

Você pode decidir comprar um ativo quando ele se aproxima da média móvel, em uma tendência de alta. E vendê-lo quando ele romper a média, por exemplo.

Importante lembrar que as médias são calculadas com dados históricos, e não em tempo real. Então, você deve utilizar outros indicadores e ferramentas de análise antes de tomar uma decisão.

 

Como desenvolver o seu setup

Se você quer ser um trader de alta performance, definir um setup é essencial. Independentemente do quão básico ou completo ele for, ter um setup claro e seguir ele à risca é uma forma de controlar o risco e garantir o desempenho esperado.

Vamos descrever, abaixo, alguns passos fundamentais para você começar a operar com setup. Confira:

 

Conheça o seu perfil

Assim como para definir o melhor produto para investir, você deve conhecer o seu perfil para aplicar em ativos na Bolsa de Valores. Em cima dele, você poderá definir o tipo de operação que melhor atenda suas expectativas.

Traders que preferem operações mais longas, por exemplo, gostam de ter um gráfico bem desenvolvido para, então, fazer qualquer ação.

Se você prefere movimentos mais curtos, aumentando o risco, pode operar com a técnica de scalping, lucrando com as pequenas e rápidas movimentações do gráfico.

 

Defina sua técnica de análise

É importante que o seu setup esteja embasado em um tipo de análise, como forma de complementar a sua compreensão do gráfico e apoiar a tomada de decisão.

Para as operações day trade, você pode utilizar a análise técnica, que estuda a movimentação de preço com base no gráfico, e a análise de fluxo, que identifica a tendência através do fluxo de ofertas.

 

Estude o ativo que pretende aplicar o setup

Alguns setups podem ser aplicáveis para todos os tipos de ativos. Ainda assim, é importante que você estude o ativo que pretende operar, para alinhar o setup e enriquecer a sua interpretação dos indicadores.

 

Defina indicadores e ferramentas

Por fim, monte uma estrutura com recursos importantes para você utilizar na sua operação. Isso significa escolher indicadores para acompanhamento e orientação do setup, e ferramentas para análise, que possam oferecer informações complementares.

Não esqueça de definir seu stop loss e utilizar os recursos disponíveis nas plataformas do modalmais para apoiar as suas decisões.

 

Estratégias para aplicação do setup

Conforme mencionamos, o seu perfil como trader vai orientar sobre a estratégia adequada para sua operação.

Vamos detalhar, um pouco melhor, as duas principais: tendência, para movimentos longos, e scalping, para curtos.

 

Estratégia de tendência

O trader que prefere movimentos mais longos, operando swing trade ou até buy and hold, vai ter um setup estruturado com um alvo mais esticado.

A sua entrada será no início do movimento, após um tempo de gráfico mais longo, definindo melhor o mercado. Com o tempo, ele poderá se apoiar em indicadores, médias e volume financeiro para entender a tendência.

Dessa forma, pode decidir se vale adicionar novos lotes à operação (uma estratégia utilizada para reduzir ou aumentar o preço médio da carteira), ou encerrar sua posição, vendendo o ativo.

 

Estratégia de scalping

Já o trader que prefere movimentos mais rápidos vai analisar alvos mais curtos, com base nas agressões de mercado, rompimentos de níveis de suporte ou resistência de preço, e outros indicadores que auxiliem a controlar o risco da operação.

Nesta estratégia, o trader faz inúmeras operações em um único dia, comprando e vendendo ativos em um espaço curto de tempo, lucrando com as pequenas variações que ocorrem no gráfico.

 

Como saber se meu setup funcionou

É claro que ao utilizar um setup, seja ele desenvolvido por você ou não, é preciso que você teste. Isso significa que você pode, sim, experimentar vários setups diferentes durante o início da sua operação como trader.

Só assim você poderá analisar a efetividade de cada um dele, com base nos retornos obtidos.

É importante que você avalie tanto a assertividade quanto a lucratividade do seu setup. Afinal, se ele acerta 90% das vezes mas, quando erra, você perder mais do que ganhou nos acertos, de nada adianta. Certo?

 

Quando mudar de setup

Uma vez tendo encontrado o setup ideal para o seu perfil e suas expectativas com a operação, a dica é: não mude.

Aí entra um pouco daquela história do “não se mexe em time que está ganhando”. E é isso mesmo. Se você ficar alterando o setup a todo o momento, não terá a consistência que você espera.

Disciplina é a palavra de ordem para o trader. Então, teste os setups, encontre o que lhe garante mais assertividade e melhor lucratividade, e mantenha!

 

Como operar na Bolsa com setups

Se você ainda opera com ativos na Bolsa de Valores, saiba que você precisa estudar muito para não acabar com prejuízo muito grande.

O risco sempre existe, mas é o entendimento claro dos indicadores, a definição de um setup bem estruturado e o uso assertivo do stop loss podem vir a auxiliar você no controle e gerenciamento de riscos.

Como vimos, setup é um conjunto de regras e critérios fundamentais para orientar as decisões do trader.

Existem vários setups definidos e divulgados no mercado, que você pode testar. Mas lembre-se: depende muito do seu perfil, da forma como você prefere operar e analisar o mercado, e do ativo que você pretende negociar.

Utilizar indicadores e outras ferramentas de análise complementam a sua estratégia e são vitais para o desempenho da sua operação.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o em suas redes sociais. E para não perder nenhum outro conteúdo publicado em nosso site, assine a nossa newsletter gratuita.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe-a em suas redes sociais. E se ainda não é cliente modalmais, baixe o aplicativo do banco digital em seu smartphone, abra a sua conta de forma rápida e prática e aproveite mais essa vantagem que só o banco digital dos investidores tem a oferecer.