O direito de subscrição de fundos imobiliários é uma espécie de “preferência” na hora de comprar novas cotas. Ou seja, o investidor que já possua cota em um fundo imobiliário (FII) ganha prioridade quando o fundo lançar cotas visando aumento de capital.

Sabe aquela história que o locatário de um imóvel tem o direito de compra quando o proprietário resolver vender? Em tese, a primeira pessoa a ser consultada sobre a possível compra é aquela que já está no imóvel. Em caso de negativa, abre-se a venda para o mercado.

Com os fundos imobiliários, a lógica é a mesma: se o fundo decidir ampliar seu capital emitindo novas cotas, os cotistas têm preferência na compra dessas cotas, de forma que possam manter seu percentual de participação no fundo.

 

Não conhece nada sobre fundos imobiliários? Recomendamos a leitura do artigo “Fundos Imobiliários : O que são e como investir (Guia completo de FIIs)”.

 

Para entender melhor sobre o que é a subscrição de fundos imobiliários e como usufruir desse direito, continue conosco. Neste texto, vamos explicar:

 

  • Subscrição de fundos imobiliários: o que é
  • Características de um direito de subscrição
  • Como funciona o direito de subscrição de fundos imobiliários
  • Como exercer o direito de subscrição
  • Vantagens da subscrição de fundos imobiliários
  • Subscrição de fundos imobiliários x subscrição de ações
  • Como investir em fundos de imobiliários

 

Boa leitura!

Subscrição de fundos imobiliários: o que é

A subscrição de FIIs garante prioridade aos cotistas na compra de novas cotas.

 

Vamos imaginar que você é cotista de um fundo imobiliário. Na compra das cotas, você ficou com 5% de participação do fundo.

Esse percentual é importante porque a rentabilidade obtida será distribuída conforme a participação de cada cotista – como acontece em uma empresa no que diz respeito à distribuição de dividendos, por exemplo.

Depois de um tempo, o fundo decide aumentar o capital social. Para isso, é preciso abrir novas cotas e vendê-las ao mercado.

Com esse processo, você pode ver seus 5% diluídos e acabar com 1%, por exemplo. Para que isso não aconteça, as novas cotas devem ser oferecidas, em primeira mão e a um custo reduzido do valor de mercado, aos cotistas já presentes no fundo.

Assim, você pode comprar o número de cotas suficiente para manter o seu percentual de participação (aqueles 5%).

Esse é o direito de subscrição de fundos imobiliários. É, em resumo, a prioridade que os cotistas têm na oferta de novos papéis do fundo.

Como funciona o direito de subscrição de fundos imobiliários

A subscrição de fundos imobiliários deve sempre ser informada aos cotistas.

Quando o fundo imobiliário decidir ampliar seu capital lançando novas cotas ao mercado, ele deve anunciar aos cotistas sobre o direito de subscrição.

Neste caso, os investidores devem ser informados sobre:

  • A data que o fundo decidiu emitir novas cotas;
  • A data limite para compra de novas cotas;
  • O percentual que o cotista terá o direito de subscrever;
  • O preço das novas cotas;
  • A data em que estará disponível a negociação do direito com terceiros;
  • A data limite para exercer o direito de subscrição.

 

Dessa forma, o cotista pode avaliar se deseja ou não exercer o direito: comprando as cotas, negociando os direitos no mercado secundário ou deixando que os mesmos “virem pó”, sendo esse último um jargão que indica que os direitos perderam a validade sem que fossem vendidos ou exercidos.

Isso tudo acontecerá antes que o fundo imobiliário abra as novas cotas para venda ao mercado. Ou seja: o cotista terá acesso antecipado à comercialização dessas cotas e, por isso, deverá ficar atento às comunicações do seu fundo e aos prazos para o exercício do direito.

 

Vamos entender como isso funciona:

Exercendo seu direito de subscrição

Uma vez anunciada a abertura de novas cotas, você, como cotista, pode exercer o(s) seu(s) direito(s) comprando algumas dessas cotas ao preço de exercício previamente informado.

Para isso, basta entrar em contato com a sua corretora e expressar a vontade de subscrever as cotas. No modalmais, você poderá fazer isso diretamente em sua área logada de cliente.

Vendendo o direito de subscrição

Agora, se o cotista decidir não comprar as novas cotas oferecidas pelo fundo, ainda assim ele poderá aproveitar seu direito de subscrição ao vendê-lo no mercado secundário.

Isso porque o direito de subscrição, no geral, pode ser negociado na Bolsa de Valores. Basta que:

  • Ainda esteja dentro do prazo de negociação previamente informado;
  • Seja negociável, quando permitido pela Fundo Imobiliário.

O comprador do direito poderá então, ao adquiri-lo no mercado secundário, exercer da mesma forma que o detentor original do direito. Por isso, para o investidor que pretende usufruir desses direitos, é importante ficar atento aos prazos, independente de como as cotas foram adquiridas.

 

Sobras de subscrição

Ao abrirem novas cotas, os Fundos Imobiliários buscam alcançar um mínimo de cotas subscritas para atingir um determinado objetivo de ganho de capital.

Se ao fim do prazo de subscrição esse mínimo não for atingido, ou seja, sobrarem, o fundo pode oferecer novamente a subscrição das cotas aos que tiverem demonstrado interesse na subscrição.

No geral, o prazo para exercício de sobras de subscrição é inferior ao prazo da subscrição anterior, sendo que esses direitos não são negociáveis.

Então, se você é cotista de um fundo imobiliário, fique atento às oportunidades!

Vantagens da subscrição de fundos imobiliários

Ao usufruir do direito de subscrição de FIIs, o cotista aumenta seu potencial de ganhos.

Você já deve ter percebido que a subscrição de fundos imobiliários traz vantagens ao cotista. Afinal, ter prioridade na hora de comprar novas cotas é um direito que não pode ser ignorado.

Mas, para deixar mais claro, vamos citar os três principais benefícios que o cotista encontra na subscrição de FIIs:

Lucro

De imediato, o lucro é óbvio: ao comprar as novas cotas por valores inferiores ao oferecido no mercado, você terá um lucro maior caso queira vender as cotas no futuro: você compra por um valor reduzido e vende pelo valor de mercado.

Porém, isso não é uma regra! Pode acontecer de o preço atual de mercado estar inferior ao preço de exercício, bem como, após exercê-las, vir a cair também.

Então, fique atento às oscilações de mercado e também às suas próprias estratégias.

Manutenção da participação

Outro ponto fundamental, que já foi mencionado anteriormente, é a manutenção do percentual de participação como cotista. Ao comprar novas cotas, utilizando o direito de subscrição, você evita que sua participação seja diluída.

Subscrição de fundos imobiliários x subscrição de ações

Assim como acontece nos fundos imobiliários, existe, também, o direito de compra antecipada de ações. É o direito de subscrição de ações.

Neste caso, trocamos o fundo imobiliário por uma empresa de capital aberto: os acionistas atuais da empresa terão preferência se a mesma decidir abrir novas ações ao mercado.

Dessa forma, o acionista não vê seu percentual diluir com as novas entradas, garantindo a mesma participação (ou maior, quem sabe) e pagando um valor, geralmente, inferior ao que está sendo negociado no mercado atualmente.

Como investir em fundos de imobiliários

Diversifique sua carteira de investimentos com cotas de fundos imobiliários.

 

Os fundos imobiliários são uma boa opção de investimento para quem deseja obter uma renda todos os meses sem investir em imóvel próprio.

É verdade que muitas pessoas consideram um ótimo negócio comprar apartamentos, para, por exemplo, alugar. Isso porque elas investem um valor em um ativo imóvel, garantem uma renda mensal (o aluguel) e ainda ficam com o patrimônio.

No entanto, existem alternativas que oferecem o mesmo tipo de rentabilidade, mas sem os custos altos envolvidos na manutenção de um imóvel. Sem falar na liquidez: é muito mais fácil vender uma cota de um fundo imobiliário do que um apartamento, certo?

 

Para investir em fundos imobiliários, você precisa:

 

  1. Abrir uma conta em uma corretora de valores mobiliários, como o modalmais;
  2. Pesquisar sobre os fundos disponíveis no site da B3. Leia os materiais e demais regulamentos do fundo, busque informações sobre os gestores e administradores do fundo, além do histórico de rentabilidade. Lembre-se, porém, que ganhos passados não garantem ganhos futuros;
  3. Acessar o home broker da sua corretora, pesquisar o código do fundo imobiliário escolhido, informando a quantidade de cotas e o preço de compra desejado.

 

Uma vez que a ordem é enviada, se houver disponibilidade de cotas no preço informado por você, a transação será concluída e você verá as cotas compradas em sua custódia.

Conheça o banco digital modalmais

O modalmais é o primeiro banco digital para investidores do mundo e tem o melhor custo x benefício.

Com abertura de conta gratuita, oferece taxa zero de custódia e corretagem para diversos produtos de renda fixa. Além disso, tem as melhores taxas para operações na Bolsa de Valores.

Através do aplicativo, você tem acesso facilitado à sua conta, podendo fazer operações, transferências e consultas a qualquer momento.

Veja o que você pode encontrar no modalmais:

  • Mais de 200 opções em fundos de investimentos;
  • Mais de 300 opções em investimentos de renda fixa;
  • Plataformas de negociação gratuitas;
  • Gráficos interativos e indicadores de análise técnica;
  • Conteúdos essenciais para você aprofundar seu conhecimento em investimentos.

Nova call to action

Conclusão

Abra uma conta no modalmais e conheça os fundos imobiliários disponíveis.

 

A subscrição de fundos imobiliários é um direito concedido ao cotista, que tem a oportunidade de comprar novas cotas antes que elas sejam oferecidas ao mercado, quando o fundo deseja aumentar seu capital social.

Dessa forma, pode aumentar seu potencial de renda passiva e manter seu percentual de participação no fundo, além de usufruir de lucro, caso exerça a um valor inferior ao que está sendo negociado no mercado.

Para quem já investe em fundos imobiliários, fica a dica: mantenha-se atento às comunicações do seu fundo.

Se você ainda não investe em fundos imobiliários (ou qualquer outro fundo), separamos alguns artigos que podem ser do seu interesse:

 

Para começar a investir, escolha a corretora com as melhores vantagens para você. Conheça o modalmais e abra sua conta agora mesmo!

Obrigado por ler até aqui!