Termo muito utilizado no universo dos investimentos, o Price Action — ou ação do preço — corresponde às oscilações de preço dos ativos e são apresentadas nos mais diversos formatos de gráficos. Por isso, é importante aprender a analisar o seu comportamento para garantir mais precisão nas suas tomadas de decisões.

O histórico de preços dos ativos no mercado financeiro aponta que existem padrões nesses movimentos, o que nos possibilita prever determinados desdobramentos.

Conhecê-los, portanto, é essencial se você quiser ser um investidor de sucesso, principalmente se fizer dos investimentos a sua profissão, atuando como um day trader. Neste artigo, você vai conferir tudo sobre o Price Action. Aproveite a leitura!

 

Como funciona o Price Action?

O Price Action coloca em prática a análise de comportamento dos preços dos ativos negociados na Bolsa de Valores. O movimento das cotações é oscilante, ou seja, está sujeito à valorização, apresentada pelo crescimento no gráfico, e à desvalorização, sinalizada pela depressão do indicador.

Traders praticantes dessa técnica acompanham os movimentos, associando-os a conceitos da análise técnicas, como padrões de candlesticks, suportes e resistências, entre outros.

Dessa forma, é possível identificar, a partir dos movimentos dos preços, indícios das intenções de outros participantes do mercado, bem como as perspectivas de movimentos futuros, com base em probabilidade estatísticas que têm como objetivo prever o comportamento dos ativos.

 

Como é feita a análise de dados?

O Price Action aplica uma técnica conhecida como naked trading. Ela considera uma análise do gráfico “nu”. Na prática, ele não utiliza os indicadores, apenas os candles (as partes do gráfico geralmente retangulares que mostram o movimento do preço).

A partir dessa metodologia, é possível identificar os padrões dos candles. Portanto, nessa estratégia, os traders costumam direcionar a sua análise para o volume e os próprios candles. A seguir, veja o que é possível identificar no gráfico com a metodologia de Price Action.

 

Resistências

Quando o trader traça uma linha horizontal nas máximas do gráfico, ele encontra a resistência do ativo, ou seja, aquele ponto em que ele para de crescer, por não ter força compradora suficiente para superar aquele preço, passando a ser um ponto de possível reversão (queda) de preço. No entanto, vale ressaltar que um ponto de resistência também está passível de rompimento, quando aquele determinado preço é superado.

É importante observar pontos de resistência para identificar o preço máximo que a ação tende a alcançar em um determinado período.

 

Suportes

Os suportes são exatamente o oposto das resistências. Aqui, o trader precisa traçar a linha horizontal nas mínimas. Identificar os pontos de suportes também é importante, pois são eles que apontam quais são as faixas de preços que tendem a romper os movimentos de queda.

 

Linhas de tendências

O traçado dessas linhas serve para identificar a tendência de um ativo ou mercado. Por meio dessa prática, o trader mapeia quais são os momentos em que o ativo muda sua tendência atual. Esse conhecimento é essencial para que ele decida de maneira inteligente o momento de compra e venda dos ativos.

 

Mercado lateral

Conhecido também como tendência lateral, ocorre quando há um momento de estabilização dos ativos em um intervalo de preço e de tempo. Você vai ver que a máxima e as mínimas desse fenômeno resultam em uma reta horizontal, diferentemente do movimento padrão, em que a reta é diagonal.

Esse movimento pode ainda ser chamado de período de consolidação. Ele pode durar segundos, meses ou até anos. Quando isso acontece, ele é sucedido de uma alta volatilidade, que é consequência de um breakout — nos tópicos seguintes, você vai saber mais sobre isso.

 

Quando usar essa metodologia?

O Price Action deve ser aplicado toda vez que o trader quiser obter dados confiáveis e mais certeiros. Por esse ponto de vista, fica claro que é uma metodologia que pode ser utilizada com frequência para melhorar a qualidade de suas decisões como trader.

No entanto, essa não é a única estratégia que pode ser implementada. É interessante que, como trader, você mescle as técnicas praticadas no mercado para obter análises mais precisas. 

Uma dica fundamental para quem está começando e não quer ficar exposto ao risco é fazer o uso de simuladores. Existem diversas plataformas que utilizam os movimentos reais do mercado e permitem que você realize operações simuladas em cima desse cenário. Essas são ferramentas indispensáveis para melhorar as suas análises. Lembre-se de que a prática leva à perfeição.

 

O que são os movimentos de breakout?

No tópico anterior, falamos que existem outras estratégias quando o assunto é investimento e operação na Bolsa de Valores. Entre elas, podemos citar também os breakouts.

Traduzindo o termo para “rupturas”, eles consistem em uma prática em que as tendências são quebradas. Isso significa que o ativo apresenta uma determinada tendência e, em um determinado momento, ele muda de direção.

Nesse sentido, a metodologia de análise dos breakouts prevê quais serão os momentos futuros em que isso vai acontecer no comportamento dos ativos. Por meio dessa estratégia é possível identificar também em qual nível de preço a ruptura pode vir a acontecer. Traçar as retas dos níveis de suporte e resistência é essencial para essa técnica.

 

Quais as vantagens do Price Action?

Quando está começando no mercado de investimentos, com certeza, o profissional acaba ouvindo muitas especulações e fórmulas mágicas de sucesso para operar na Bolsa de Valores. O Price Action é uma metodologia real e tangível. O direcionamento por meio de dados e o estudo analítico sistemático torna essa técnica uma ferramenta poderosa para traders. Confira outros benefícios!

 

Clareza

Com a implementação da metodologia de Price Action, o trader consegue interpretar de maneira mais clara os movimentos do mercado. Além disso, os candles fornecem informações preciosas em relação à disposição dos players em negociar o ativo.

 

Versatilidade

A técnica de Price Action pode ser implementada para analisar qualquer tipo de ativo negociado no mercado de Bolsa de Valores.

 

Você percebeu que a metodologia de Price Action é essencial para quem quer operar na Bolsa de Valores? Com este artigo, esperamos que você se sinta mais seguro para começar a diversificar os seus investimentos e seguir com ativos mais arrojados.

Além de buscar aprendizado constante, é fundamental contar com a ajuda de quem mais entende do assunto. No modalmais, você tem acesso a uma trilha de conhecimento e aos melhores simuladores do mercado. Abra a sua conta digital e gratuita agora mesmo!