A alavancagem consiste em aumentar os ganhos a partir da utilização de poucos recursos, ou seja, ela é como um multiplicador de capital.

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar sobre esse termo, principalmente no mercado financeiro.

As empresas e fundos costumam utilizar a alavancagem para impulsionar o crescimento. Assim, ela deve ser considerada ao avaliar a saúde financeira.

Os investidores, como você, também podem operar alavancados em operações na Bolsa de Valores e no mercado futuro.

Por outro lado, é preciso entender como essas operações funcionam. Do contrário, ela tende a acarretar perdas substanciais.

Assim, preparamos um guia completo com tudo sobre a alavancagem e como operar de forma segura a partir de hoje. Veja o que você vai aprender:

  • O que é alavancagem?
  • Como funciona a alavancagem?
  • Vantagens e desvantagens da alavancagem
  • Quais os riscos da alavancagem?
  • Para quem é recomendada a alavancagem?
  • Custos de operar alavancado
  • Vale a pena investir alavancado?

Boa leitura!

 

O que é alavancagem?

Na física, uma alavanca consiste em um multiplicador de força. A partir de um pequeno esforço, é possível ter um grande resultado na transmissão de movimento.

Este mesmo conceito pode ser aplicado no mercado financeiro. Basicamente, a alavancagem é uma forma de potencializar os ganhos e perdas com poucos recursos.

 

Alavancagem financeira

Ela ocorre quando uma empresa busca recursos no mercado. Geralmente, a alavancagem financeira pode ser feita de duas formas: capital próprio ou de terceiros.

No primeiro caso, consiste no empréstimo de dinheiro por parte dos acionistas ou sócio do negócio, por exemplo, uma subscrição de ações.

Já o capital de terceiros vem de financiamentos ou empréstimos, através de instituições financeiras, como os bancos, por exemplo.

Os recursos captados podem ser utilizados para o crescimento, por exemplo, aquisição de máquinas, contratação de pessoas ou compra de um novo negócio.

Então, ao invés da empresa juntar dinheiro ao longo do tempo, o caminho tende a ser encurtado através da alavancagem financeira.

 

Alavancagem operacional

Trata-se da proporção entre custos fixos e variáveis em uma empresa. Os custos fixos não dependem diretamente das receitas, como, por exemplo, aluguel e salário dos funcionários.

Enquanto isso, os custos variáveis oscilam conforme as receitas. Portanto, a alavancagem operacional busca aumentar os lucros com custos fixos constantes.

Desta forma, a empresa faz uma captação financeira para aumentar a sua produção ou vender mais, por exemplo, comprar uma máquina nova.

Assim, ela poderá produzir em maior quantidade e diluir os custos fixos.

 

Alavancagem na Bolsa de Valores

Ela consiste em pedir um empréstimo temporário de dinheiro à corretora, para fazer uma operação na Bolsa de Valores.

Para isso, você pode oferecer alguns dos seus investimentos como garantia.

Os ativos que podem ser utilizados na alavancagem são:

Com base nos seus investimentos, é aplicado um fator multiplicador que gera um valor financeiro elevado para realizar suas operações em Bolsa.

 

Como funciona a alavancagem?

Aprenda como funciona a alavancagem

 

Ela pode ser entendida como tomar dívida no presente com o objetivo de pagá-la e ainda obter lucros.

A alavancagem é bastante comum no mercado financeiro, principalmente nas operações no mercado futuro.

Todos os investidores possuem um limite total de alavancagem permitido. Ele varia conforme a instituição e os seus ativos.

No mercado de ações, por exemplo, o investidor precisa do valor financeiro equivalente ao preço x quantidade.

Nesse caso, suponha que o saldo de um investidor na corretora seja equivalente a R$ 10 mil.

Cada corretora pode estabelecer um fator multiplicador ao oferecer um serviço de alavancagem.

Se usarmos um fator de 10x, um investidor com R$ 10 mil terá o equivalente a R$ 100 mil para realizar operações no mercado financeiro e seus lucros e prejuízos, ao invés de incidirem sobre um montante de R$ 10 mil, serão atrelados ao valor alavancado de R$ 100 mil.

Ou seja, obtendo um resultado de 5% que seria o equivalente a R$ 500 sobre R$10 mil o investidor consegue alcançar um resultado equivalente a R$5 mil sobre R$100 mil.

Note que é possível aumentar exponencialmente os seus ganhos e perdas.

 

Alavancagem no day trade

Este é o tipo de alavancagem mais utilizada pelos traders. Ela consiste no financiamento de operações de curto prazo.

O principal objetivo é lucrar com os movimentos ocorridos em um mesmo dia, por exemplo, comprar ações agora e vendê-las na próxima hora comprometendo-se somente com a diferença financeira entre o preço de compra e venda e não ao valor total da operação realizada.

 

Alavancagem no mercado futuro

A negociação de ativos, como contratos futuros de commodities, câmbio e índices também podem ser alavancados.

No mercado futuro, o investidor precisa ter uma margem de garantia, ela é exigida para esse tipo de operação e geralmente equivale a uma parcela do valor do contrato futuro como por exemplo, os contratos de mini dólar (WDO).

Suponha que o valor para operar um contrato de WDO na B3 com margem de garantia seja equivalente a R$ 5 mil.

Quando falamos de garantia nesse caso, estamos nos referindo a redução da margem exigida pela B3, então para que a alavancagem ocorra, as corretoras diminuem os valores das margens dos contratos e ao invés de aportar R$ 5 mil por contrato, o investidor consegue realizar essa operação com um valor simbólico como R$ 50, R$ 30, R$ 15, facilitando assim o acesso a quantias elevadas de contratos e aumentando os resultados nas operações financeiras.

 

Alavancagem na operação a descoberto

Operar a descoberto significa vender ações que você não possui na carteira e recomprá-las no mesmo dia.

Digamos que você vendeu 1 mil papéis, cada um a R$ 10, ou seja, R$ 10 mil. No mesmo dia, os comprou novamente a R$ 9 ou R$ 9 mil. Assim, o seu lucro foi de R$ 1 mil ou 10%. Em outras palavras “vendeu caro e comprou mais barato!”.

Quando nos referimos a alavancagem em operações desse tipo, estamos vendendo uma quantia ainda mais elevada de ativos que não possuímos.

Se tivermos um fator multiplicador de 10x, poderíamos realizar essa mesma operação comprando o equivalente a 10 mil papéis, o que resultaria em um lucro de R$ 10 mil.

É importante lembrarmos que no mercado de ações não podemos vender aquilo que não temos e, por essa razão, as alavancagens em operações a descoberto costumam ser encerradas até o final do dia.

Para se manter vendido em uma ação por um prazo superior a um dia você precisará alugar os papéis com margem de garantia.

 

Alavancagem em fundos de investimentos

Funciona como a alavancagem na pessoa física que mencionamos anteriormente mas, em um fundo de investimento, é possível operar com saldo maior do que o seu patrimônio a partir de empréstimos no curto prazo.

Assim, o gestor tem a possibilidade de montar estratégias mais arriscadas, mas com alto potencial de ganhos.

As operações de fundos de investimentos que podem utilizar a alavancagem são:

 

É importante consultar a política de investimento adotada por cada fundo de investimento, fundos alavancados trazem consigo maior risco.

 

Vantagens e desvantagens da alavancagem

Potencialize ganhos mesmo com pouco dinheiro investido

 

A alavancagem pode potencializar os seus lucros mesmo com pouco dinheiro investido. Portanto, ela torna as operações com grandes volumes financeiros acessíveis à todos os públicos.

No entanto, operar alavancado exige conhecimento. Caso seja feito de maneira errônea e sem nenhuma gestão do risco envolvido, a alavancagem pode se tornar uma verdadeira bola de neve de endividamento.

Para as empresas, esse tipo de empréstimo costuma ser positivo, a começar pelos custos menores em relação ao capital de terceiros.

Os juros a pagar tendem a ser menores. Sem contar que é uma forma rápida e menos burocrática de ter acesso ao dinheiro.

Porém, uma empresa com alta alavancagem significa alto endividamento. Então, ela poderá sacrificar os resultados ou, até mesmo, ir à falência no futuro.

Nesse caso, vale analisar o posicionamento da companhia em relação à dívida, por exemplo, cronograma de pagamentos e os prazos das dívidas.

 

Quais os riscos da alavancagem?

O principal risco de operar alavancado é que a estratégia adotada pode não funcionar. Assim, será necessário compensar o prejuízo junto à corretora.

Em alguns casos, ele pode ser maior do que seu patrimônio, o que leva à formação de dívidas.

Portanto, antes de utilizar a alavancagem é fundamental ter uma estratégia bem pensada, principalmente se ela utiliza derivativos, como commodities e opções.

Uma dica valiosa é evitar usar todo o seu limite de crédito da corretora. Caso ocorra perdas, é possível compensá-las com mais facilidade.

A mesma ideia é válida para os fundos de investimentos ue utilizam a alavancagem como parte da estratégia.

Nesse contexto, o ideal é avaliar os aspectos relacionados à gestão. Isso porque, se há mais perdas do que ganhos, as cotas e os rendimentos tendem a cair.

Tenha em mente que prejuízos da alavancagem podem custar muito caro, seja em um fundo de investimento, empresas ou pessoas físicas.

Por isso, pesquise e conheça o ativo o qual você deseja investir. Afinal, nem toda dívida é ruim e nem todo investimento é bom.

 

Para quem é recomendada a alavancagem?

É necessário ter estômago e paciência para ter bons resultados

 

Ela pode ser uma boa alternativa para pessoas que já tenham conhecimento e experiência no mercado, principalmente para fazer operações no day trade.

Lembre-se de que o ideal é ter perfil de investidor arrojado, pois as operações alavancadas possuem alto risco.

Além disso, é importante ter bom conhecimento dos fatores arriscados de risco de ativos da renda variável para alcançar bons resultados.

A alavancagem também costuma ser recomendada para investidores que têm controle sobre as suas finanças e emoções.

Você só deve colocar em risco um capital que não comprometerá todo o seu patrimônio em caso de uma estratégia falha.

Utilizar a alavancagem com ganância ou empolgação ode acarretar em grandes perdas financeiras.

Custos de operar alavancado

Antes de começar a utilizar a alavancagem como estratégia de investimento, é preciso estar de olho nos seus custos.

Nas operações day trade, você só precisa desembolsar os valores relativos diferença financeira entre à compra e venda dos ativos.

 

Vale a pena investir alavancado?

No modalmais, é possível operar com menos recursos e lucrar mais

 

Você deverá ter o dinheiro suficiente para devolver o empréstimo e ainda ter lucros. Então, é fundamental estudar antes de começar.

Além disso, o ideal é avaliar os seus objetivos como investidor. Assim, você saberá se esta na hora certa de utilizar a alavancagem a seu favor.

As operações alavancadas são recomendáveis aos que já possuem uma boa reserva de emergência e uma carteira de ativos consolidada.

Evite começar a investir com a alavancagem logo de início. O mercado financeiro não deve ser encarado como um lugar de apostas.

 

Alavancagem modalmais

No modalmais, você pode potencializar ainda mais os seus lucros através da alavancagem intraday.

Com ela, é possível operar até 50 vezes acima da sua margem de garantia nas operações de day trade.

Além disso, se elas finalizarem no mesmo dia, não há juros sobre o empréstimo. Então, você pode lucrar mais e com custos reduzidos.

Para aproveitar todas essas vantagens e ganhar dinheiro de verdade, é só abrir a sua conta no modalmais agora mesmo.

O cadastro é simples e você já pode começar a realizar diversas operações.

Conclusão

Investir em conhecimento é o segredo do sucesso dos grandes investidores

 

A alavancagem é o poder de utilizar pouco dinheiro para ganhar mais. Por outro lado, é preciso ter consciência dos riscos antes de iniciar uma operação.

Com os sinais de desaceleração global, a tendência é de que os investidores busquem proteção em uma moeda forte como o dólar.

Na B3, as operações em câmbio necessitam de alavancagem. Se você está começando agora e quer investir nesta moeda, procure utilizar pouco capital.

 

Continue a aprender sobre renda variável com estes outros artigos do nosso blog:

 

 

A abertura do mercado brasileiro, principalmente de commodities agrícolas pode favorecer os contratos futuros destes produtos.

Sem contar que a nova política de tarifas da B3 tem como objetivo estimular o day trade, por exemplo, isenção da taxa mensal de manutenção de conta de custódia.

Então, este pode ser o momento perfeito para você utilizar a alavancagem. Para isso, basta abrir a sua conta no modalmais.

Aqui, você tem a opção de realizar a alavancagem intraday com mais margem e menor custo. Aproveite e comece a operar agora mesmo.

Obrigado por ler até aqui!